Categorias
Jardim

Jardim de inverno: O que São e Como Ter um Em Sua Casa

Uma das formas de se ter um cantinho verde em casa, é por meio de um jardim de inverno, que é um jardim com menor incidência da luz do sol.

Dentro do paisagismo, uma das formas de se ter um cantinho verde em casa, é por meio de um jardim de inverno, que como o próprio nome já sugere, é um jardim com menor incidência da luz do sol.

Entretanto, como qualquer outro jardim natural, precisa da luz solar, mesmo que por menos horas durante o dia. E as plantas de sombra e/ou meia sombra, permitem que você possa ter um pequeno jardim, que seja dentro até da sua casa.

Surgimento do jardim de inverno

Esse tipo de jardim surgiu em países muito frios, onde as baixas temperaturas impossibilitavam o cultivo de determinadas plantas nas áreas externas. Assim, a solução encontrada foi levar tais plantas para serem cultivadas em ambientes protegidos do frio e do vento.

Fonte: pixabay

Esses ambientes foram montados em anexos às residências: ao lado de salas, cozinhas, varandas, quartos e corredores. Sendo possível assim, desfrutar da beleza das folhagens das plantas e cuidar do jardim, mesmo em períodos de invernos rigorosos.

Apesar dos jardins de inverno terem surgido em países frios, aqui no Brasil também é possível ter um jardim de inverno em casa. Esse tipo de jardim já se popularizou, principalmente por moradores de ambientes menores, como apartamentos, mas também por moradores de grandes casas, que idealizaram um espaço físico para a construção do seu jardim de inverno.

Nesse casso, o ideal é que o espaço, para a implantação do jardim de inverno, seja pensado e construído junto ao projeto arquitetônico ou de construção civil da sua casa. Assim, é possível criar um espaço com boa aeração e iluminação do sol, porque suas plantas irão precisar.

Não confunda jardim de inverno com jardim no escuro, na ausência total da luz do sol, qualquer planta natural irá morrer.

Onde montar seu jardim de inverno

O jardim de inverno pode ser projetado em qualquer cômodo da sua casa: na sala, na cozinha, no quarto, no banheiro e até mesmo na entrada da sua casa. Não é o local físico que caracteriza o jardim como de inverno, mas sim o fato de ser interno ou estar em uma área bem próxima a casa e ter menor incidência da energia solar, quando comparado a um jardim de verão.

No caso de projetado, o jardim de inverno, junto ao arquitetônico da casa, é possível criar um espaço com luminosidade suficiente para se ter plantas até mais exigentes em luz do sol.

Essas duas possibilidades: a de projetar o jardim antes e a de adaptá-lo depois de construída a casa, vão determinar características peculiares, como as espécies vegetais possíveis em cada situação.

Se um jardim mais espaçoso, é possível usar plantas de maior porte e de maior volume, por exemplo. Se um jardim mais iluminado, é possível usar plantas de meia sombra e até de sol. Perceba então, que tudo o que é planejado mais precocemente, permite maiores possibilidades de criação.

Então, para que você se planeje melhor, separamos algumas dicas para ensinar você a criar um jardim de inverno na sua casa e criar um ótimo espaço contemplativo e de relaxamento. Mas antes, vamos falar do porquê você deve ter um jardim de inverno em casa.

Benefícios dos jardins de inverno

                1 – Embelezam seu espaço: a textura, a cor e a forma das folhas levam beleza para ambientes que, muitas vezes, são cinzentos e artificiais. Existe uma variedade de espécies vegetais com características morfológicas diferentes, que não só deixam os ambientes mais naturais, como também mais bonitos. As plantas reduzem a poluição visual e humanizam os espaços.

fonte: Genoa Maquetes Eletrônicas

                2 – Humanizam seu espaço: já é sabido que o homem contemporâneo e que vive no meio urbano, necessita resgatar o contato com a natureza. As plantas ornamentais permitem esse resgate e deixam o ambiente mais aconchegante e mais convidativo, seja para uma simples contemplação, seja para algo mais funcional que permita a interação física das pessoas com o jardim, gerando melhor qualidade de vida.

fonte: Luiza Garrastazu

                3 – Geram conforto térmico: a interação com as plantas gera uma série de benefícios ao homem, que resultam na melhoria da qualidade de vida.

fonte: Helder Fontenele

Benefícios estéticos e sociais, que já comentamos, mas também os benefícios ambientais. Isso porque as plantas aumentam a umidade do ambiente e reduzem a temperatura externa, o que faz com que gere um conforto térmico.

                4 – Reduzem a poluição sonora: as plantas têm a capacidade de reduzir o impacto dos ruídos que chegam até os ouvidos. Elas funcionam como barreiras acústicas e impedem que o som externo, – como o de carros sons; do motor dos veículos; das máquinas de construção civil – chegue tão alto no ambiente interno. Isso melhora a qualidade de vida das pessoas.

fonte: waldir ribeiro

                5 – Melhoram a qualidade de vida: todos esses benefícios e mais a sensação de prazer que o jardim de inverno causa nas pessoas que o admiram, resultam em melhoria na qualidade de vida das pessoas, principalmente daquelas que vivem no meio urbano, em meio a todo o caos de se viver nas cidades.

Esses são apenas alguns dos benefícios de se ter um jardim de inverno em casa. Mas para ter um, também é importante conhecer quais os tipos de jardins de inverno. Estes podem ser:

  • Jardim de inverno vertical – é uma ótima opção para quem tem pouco espaço horizontal disponível, mas tem uma parede nua e que pode ser usada como apoio para um jardim vertical. É possível encher uma parede de plantas e criar uma parede verde ou apenas pontuar algumas plantas e não cobrir toda a parede. Tudo depende do quanto você está disposto a investir e do estilo que você mais gosta.

  • Jardim de inverno horizontal – como o próprio nome já diz, esse jardim é feito no piso da casa e nesse caso, podem ser usados vasos para plantio das plantas ou pode-se preparar o piso para o plantio direto. Nesse último caso, há maior demanda no custo de implantação e trabalho, porém permite a criação de um jardim diversificado. O maior custo e trabalho se dão pelo fato de que é necessário impermeabilizar o piso, para evitar infiltrações e para que possa receber as camadas de seixo, manta e substrato. Além disso, é necessário criar bordas nas laterais para permitir que as plantas possam ser plantadas diretamente no piso.

É possível no mesmo espaço, plantas em vaso e plantadas diretamente no chão, assim como é possível um jardim vertical junto a um horizontal.

fonte: Érica Dias
  • Jardim de inverno aberto – nem todos os jardins de inverno são fechados, alguns podem não ter as quatro paredes ou não ter teto. Podem, inclusive, ser em áreas externas com teto do tipo claraboia, para proteger da chuva, mas permitir a entrada de luz. Lembrem-se que os jardins de inverno tropicais, não tem a mesma finalidade dos de clima temperado.

fonte: Alvaro
  • Jardim de inverno para espaços pequenos – às vezes os espaços disponíveis são pequenos e nem parede livre para um jardim vertical, é possível. Mas ainda assim é possível ter o seu jardim, mesmo que pequeno. Embaixo de uma escada, na bancada da cozinha ou mesmo no banheiro, desde que haja luz do sol suficiente para a manutenção da vida das plantas.

fonte: ekovida

Como montar um jardim de inverno

Para montar o seu jardim de inverno, vamos te dar algumas dicas e um passo a passo, que vão te ajudar.

Escolher o local do jardim

Lembre-se que as plantas precisam de luz do sol e, portanto, o local precisa ter uma entrada de luz natural, ou nas laterais ou pelo teto. Mais do que sua vontade em ter um jardim de inverno, a possibilidade de tê-lo importa bem mais.

Locais como varandas ou sacadas fechadas com vidro, que permitem a entrada de luz, são ótimas opções, mas caso não exista nenhum local da sua casa que receba uma quantidade mínima de 2 horas de sol/dia, você pode lançar mão de uma mini reforma para projetar esse local.

fonte: Safer Brand

É importante contratar um profissional arquiteto e um paisagista, capacitados a ajudarem nesse processo, pois quando se trata de obra, o melhor é estar bem orientado tecnicamente. Outra opção é adaptar espaços sem que seja necessário quebrar e reconstruir, trocando apenas o teto, por exemplo. Tirando as telhas e substituindo-as por claraboias de vidro, acrílico ou policarbonato e garantindo a iluminação zenital, que provém do topo do recinto.

Escolher as plantas

A escolha das plantas para o jardim de inverno é diretamente afetada pelo ambiente disponível.

fonte: The spruce

Se em um banheiro, por exemplo, o ideal é que as plantas escolhidas sejam as que preferem locais mais úmidos. Se em um compartimento da casa que recebe apenas luz difusa, o recomendado é escolher plantas de sombra. Se uma área aberta no teto, aí as possibilidades aumentam, podendo ser usadas plantas de médio ou grande porte, pois terão espaço para se desenvolver. Tudo vai depender das características de cada espaço.

Decore o seu jardim

As plantas por si só já têm grande poder de decoração, mas dentro do paisagismo existem outros elementos decorativos e que podem, junto as plantas, gerar lindas composições. Esses elementos podem ser revestimentos como: bambu, rochas, tijolinhos maciços e madeira de demolição que podem dar um charme a mais ao jardim e deixa-lo com uma “pegada” mais rústica.

fonte: ArchDaily

Se for preferível algo mais clean e moderno, pode-se usar ladrilhos hidráulicos, placas de cerâmica ou porcelanato. Epodem ser usados para revestir tanto o piso, quanto as paredes do jardim.

Não esqueça dos acessórios

Tudo aquilo que você precisa e que não é planta, substrato e nem elementos decorativos, são considerados acessórios. Os vasos para as plantas; as floreiras; os suportes para plantas suspensas; os nichos; as pedras e os cachepôs são alguns exemplos de acessórios, mas que também podem ser considerados como elementos de decoração. Use e abuse da sua criatividade.

Aposte na iluminação

A iluminação em todo o tipo de jardim, é muito importante e principalmente para jardins de inverno, que estarão dentro ou bem próximo da casa, e no campo de visão das pessoas. Portanto, um jardim que precisa estar bem visível durante todo o tempo e principalmente à noite.

fonte: DigsDigs

Aposte em luzes que criem ambientes aconchegantes e intimistas, com luzes mais discretas, mas que valorizem o jardim.

Finalize com os móveis

O mobiliário também pode e deve, quando possível, fazer parte do jardim de inverno. Isso porque além de decorar, também traz funcionalidade para o espaço e promove o convívio social. Pode ser apenas um banquinho para momentos de leitura ou um jogo de cadeiras com mesa, para um café da manhã ou chá da tarde.

fonte: Houzz

Lembre-se dos cuidados com o jardim

Além de pensar em tudo o que já foi dito aqui, é importante pensar na manutenção do jardim, em como você vai fazer para cuidar das plantas e não as deixar morrer. Como vai ser a rega das plantas? Tem escoamento para a água? Se existir um jardim vertical, como que as plantas serão regadas? É fácil o acesso para adubar e fazer podas de limpezas em todas as plantas? A manutenção é a chave para o sucesso de qualquer jardim.

Inspire-se para criar o seu jardim de inverno

fonte: A Nest With A Yard

fonte: Interior Design Ideas
fonte: Houzz
fonte: ResearchGate

fonte: Contemporist
fonte: homemydesign

fonte: The Architecture Designs
fonte: Shelterness
fonte: twitter
fonte: Architecture Art Designs

fonte: A Nest With A Yard
fonte: momooze.com
fonte: Maison Valentina
fonte: Maison Valentina

fonte: ArchDaily
fonte: lovePROPERTY
fonte: Decoratorist
fonte: onekindesign

fonte: Gardener Know How

fonte: The Architecture Designs
fonte: Decor Units
fonte: HOME DECOR IDEAS

fonte: Yellowtrace
fonte: Yellowtrace
fonte: Landscape Ontario

fonte: The Architecture Designs

fonte: Houzz

Conclusão

Essa é mais uma forma de se ter plantas em casa e poder usufruir de todos os benefícios que a vegetação natural pode proporcionar às pessoas. Atente-se para as dicas e comece a pensar em como vai ser o seu jardim de inverno. Onde você vai cria-lo e como fará para cuidá-lo, pois os cuidados são fundamentais para a manutenção da vida e beleza do seu jardim.

Caso tenha alguma dúvida sobre quais plantas usar, pergunte sempre ao vendedor da loja onde você vai adquiri-las ou pesquise, aqui no site, artigos que falam sobre plantas específicas ou sobre plantas de sombra ou meia sombra. É fundamental que as plantas escolhidas, sejam as mais adequadas possíveis, ao seu ambiente, para a garantia do sucesso do seu jardim.

Por Júnior Melo

Olá, me chamo Júnior Melo, sou Engenheiro Agrônomo pela UFV, Mestre em Agronomia pela UFRA, Paisagista e idealizador da PlanteDecore, com 4 anos de atuação na área de paisagismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sair da versão mobile