É muito comum, dentro do grupo de plantas ornamentais, ouvir falar sobre os termos “plantas de pleno sol”, “plantas de meia sombra” e “plantas de sombra”. Mas existe um grande perigo aqui, que é o de pensar que plantas de sombra não necessitam de luz do sol e isso não é verdade. Toda planta, seja de sol pleno, meia sombra e/ou sombra, precisa da energia solar para realizar um processo que é vital a todas elas, que é a fotossíntese.

Fotossintese NPR
Fonte: NPR

O processo fotossintético só acontece na presença de luz do sol e é graças a fotossíntese que as plantas conseguem produzir energia para se desenvolverem. Sem luz do sol, água e nutrientes, as plantas não se desenvolvem e morrem. Portanto, mesmo uma planta considerada de sombra, precisa de algumas horas de luz do sol durante o dia, mesmo que seja de forma indireta.

Qual a diferença entre plantas de sol e plantas de sombra?

A diferença entre as plantas ditas de pleno sol, de meia sombra e plantas de sombra está na quantidade de horas de luz do sol, por dia, que cada uma precisa.

As de sol pleno são as que necessitam de 6 horas ou mais de sol direto sobre elas, não necessariamente ininterruptas. As plantas de meia sombra demandam 2 a 4 horas de sol direto. Enquanto as plantas de sombra necessitam de pelo menos 2 horas de sol direto. Nunca, jamais a escuridão total.

Na falta de luz do sol, as plantas podem ficar com as folhas amareladas; com as hastes das folhas compridas, devido à busca por luz; com quedas frequentes das folhas; e com aspecto de subdesenvolvidas, chegando a morrerem.

Exemplo de planta estiolada:

estiolamento plantas
Fonte: Sala 7 Design

Por isso, mesmo que a seja considerada uma planta de sombra, ela precisa de 2 horas de sol para se desenvolver à contento. E se você pretende cultivar em um espaço interno, com pouca luminosidade solar, certifique-se de que a quantidade de luz seja suficiente para ter plantas, mesmo de sombra.

Para te ajudar nesse processo, separamos 10 plantas que são menos exigentes em luz do sol, para que você possa escolher, de acordo com o seu ambiente, edeixá-lo mais vivo e humanizado.

Nesse artigo vamos falar do: Lírio da paz; tostão; espada de São Jorge; palmeira camedórea; zamioculca; jibóia; peperômia filodendro; pacová; cacto macarrão e xanadu.

As plantas de sombra geralmente são nativas de florestas tropicais e crescem sob o abrigo da copa de plantas mais altas. Mas aqui vai uma dica! Mesmo que uma planta seja nativa de um ambiente mais sombreado, ela pode ser ambientada a um ambiente mais ensolarado, ainda no viveiro e o contrário também é verdadeiro. Portanto, antes de adquirir qualquer planta, procure saber em que ambiente ela foi cultivada, pois é isso que vai determinar o local em que ela vai ser mantida.

Para que o entendimento fique mais simples, imagine dois singônios, da mesma espécie, um pode preferir ambientes com mais luz e o outro com menos luz.

1) Lírio da paz (Spathiphyllum wallisiiI)

O lírio da paz leva esse nome devido à cor branca da flor, que lembra a bandeira da paz. É uma planta que traz consigo, muitos significados místicos e acredita-se que purifica o ambiente de energias negativas e promove harmonia e otimismo.

É uma planta ideal para ambientes internos, considerada de fácil cuidado, desde que sejam fornecidos água e nutrientes, adequadamente. Os lírios preferem solos bem drenáveis e ricos em matéria orgânica, portanto escolha o substrato que apresente essas características.

Como são plantas nativas de florestas tropicais, preferem lugares com temperatura entre 18°C e 30°C, mais sombreado, pois o sol muito forte pode queimar as folhas. As regas devem ser feitas sempre que o solo estiver seco.

plantas de sombra - lírio da paz
Fonte: Blog lar doce lar

2) Tostão (Callisia repens)

O tostão, também conhecido como dinheiro em penca é uma planta que, se plantada no chão, se comporta como forração e se plantada em vaso, se comporta como pendente.

plantas de sombra - tostão
Fonte: Uol

Muito sensível ao excesso de água, deve ser cultivada em solos bem drenáveis e regada com moderação, sem deixar o solo encharcado. O encharcamento pode fazer com que a planta apodreça e morra. Geralmente a rega é feita a cada dois dias, mas isso vai variar de acordo com o clima onde a planta se encontra. Na dúvida, é sempre bom colocar o dedo no solo para ver se está úmido ou não.

Por também ser conhecida como “dinheiro em penca”, acredita-se que seja uma planta que traga prosperidade para dentro de casa. Apesar de ser uma planta de sombra , ou seja, pouco exigente em luz do sol, se exposto a mais horas de sol durante o dia, o tostão não morrerá, mas ficará com as folhas mais amareladas, o que esteticamente pode também ser interessante.

3) Espada-de-são-Jorge (Sansevieria trifasciata)

Uma planta muito conhecida, seja pela baixa exigência em manutenção, seja pela misticidade que apresenta, a espada-de-são-Jorge é uma ótima opção como planta de sombra, principalmente em ambientes internos com pouca luminosidade.

Apesar de apresentar crescimento lento, é uma planta que perfilha, podendo formar lindos maciços volumosos, principalmente devido suas folhas ornamentais, que podem ser verdes acinzentadas ou variegadas.

espada-de-são-Jorge

Também é considerada como planta de proteção, tanto do ambiente, quanto espiritual. Sendo muito utilizada próximo a portas, pois acredita-se que podem ser guardiãs da casa, impedindo que energias negativas entrem.

Pouco exigente em água, a espada-de-são-Jorge pode ser regada a cada 7 dias e são pouco exigentes em nutrientes, mas nada impede que sejam adubadas.

Para saber tudo sobre a espada-de-são-Jorge, acesse: Espada-de-são-Jorge: 20 ideias para uso e tudo sobre cultivo.

4) Palmeira camedórea (Chamaedorea elegans)

Essa é uma perfeita opção para quem tem pouco espaço e pouco tempo, devido ao seu pequeno porte e sua baixa exigência em cuidados. Basta que a mini palmeira seja mantida em um local com luz difusa, solo bem drenável e rico em matéria orgânica.

plantas de sombra Palmeira camedórea
Fonte: Site noticias de jardim

Essa planta pode ser encontrada em diferentes tamanhos, desde muito pequenos a muito grandes e pode, inclusive, se desenvolver e atingir maiores tamanhos em sua casa, desde que ela tenha espaço suficiente para isso.

5) Zamioculca (Zamioculcas zamiifolia)

Essa é outra plantinha que tem um significado místico muito conhecido e explorado por muita gente, principalmente no Feng Shui, pois acredita-se que atraia boas energias e prosperidade, além de ser excelente opção para quem mora em apartamento e tem pouca luz no ambiente.

plantas de sombra - zamioculca
Fonte: Site a lavoura

Assim como a espada de São Jorge, a zamioculca é uma planta de baixa exigência em manutenção e regas, podendo ser regada 2 vezes na semana, de acordo com o ambiente onde ela for mantida. É uma planta considerada tóxica, se ingerida, portanto é recomendado redobrar os cuidados se existirem crianças e pets em casa, apesar de que para cães e gatos, não é uma planta atrativa.

6) Jibóia (Epipremnum pinnatum)

A planta jibóia é bem fácil de ser cuidada e encontrada, podendo ter as folhas variegadas ou verde limão, que são bastante ornamentais.

É considerada versátil, pois pode se comportar como forração, com pendente e como trepadeira, depende de onde for plantada.

Destre as plantas de sombra encontradas é uma das mais utilizadas.

É pouco exigente em cuidados e apesar de preferir solos úmidos, mas bem drenados, consegue sobreviver, caso você esqueça de regá-la.

Apesar de não ter características místicas de limpeza de energias negativas, têm característica de limpeza de compostos tóxicos da atmosfera, pois é uma planta que absorve e metaboliza compostos como benzeno e o xileno, deixando o ar mais puro.

Assim como a zamioculca, a jibóia é uma planta tóxica para pets e crianças, então cuidado.

Para saber tudo sobre a planta jibóia acesse: Planta Jiboia: 4 Problemas comuns, Tipos e Tudo sobre o cultivo.

7) Peperômia filodendro (Perperomia scandens)

Assim como a jibóia, a peperômia filodendro vem ganhando muito espaço nos ambientes internos. É uma planta de folhas variegadas, bastante ornamentais, porém delicadas.

A peperômia armazena água nas hastes das folhas e, portanto, o excesso de água pode fazer com que apodreçam e caiam. A queda excessiva de galhos, além de deixar a planta esteticamente feia, compromete o desenvolvimento da mesma.

Peperômia filodendro
FONTE: UOL

Portanto, deve-se ter cautela nas regas, de modo a regá-las somente quando o solo estiver seco. Este deve ser bem drenável e rico em matéria orgânica.

Se for colocada junto a outras plantas, seja em jardim vertical ou em jardineiras, a peperômia deve ser cultivada com plantas que tenham a mesma exigência em água, para que a rega seja uniforme para todas.

O sol muito forte, principalmente nos horários entre 11:00 da manhã e 14:00 da tarde, pode queimar as folhas da peperômia. Portanto, deve ser mantida em local com luz difusa ou sol nas horas mais amenas do dia.

8) Pacová (Philodendron martianum)

Também conhecida como babosa de pau, exatamente por ter as folhas dispostas como a de uma babosa, essa planta possui ótima capacidade de adaptação, visto que é epífita, podendo ser encontrada em troncos de árvores, mas pode ser cultivada em vasos com terra também. Essa característica confere versatilidade à planta, que pode ser cultivada em vasos e jardineiras ou até mesmo fixadas nos troncos de árvores, desde que a ela promova sombra suficiente para o pacová.

pacová
FONTE: Garden Cidade das Flores

Suas folhas largas e verde escuro brilhantes são bastante ornamentais e conferem beleza à planta. É muito exigente em fertilidade, de modo que o solo a ser plantada, deve ser rico em matéria orgânica e mantido sempre úmido.

É uma excelente opção de planta de sombra , suas folhas quando bem nutridas e limpas brilham e dão um aspecto muito bonito ao local.

9) Cacto macarrão (Rhipsalis cereuscula)

Esse tipo de cacto, diferente dos muito conhecidos, não tem espinhos. Os caules são lisos, arrendondados com aspecto ceroso. Essa planta é nativa de florestas tropicais e diferente dos cactos desérticos, prefere ambientes úmidos. Por isso o solo deve estar sempre úmido, mas ter boa capacidade de drenagem, pois o encharcamento pode matar a planta, já que esta é considerada suculenta por armazenar água em suas estruturas.

cacto macarrão
FONTE: World of Succulents

É uma planta epífita, mas devido a alta capacidade de adaptação, é mais comum cultivá-la na terra, assim como o pacová. Por ter seus caules compridos e caídos, lembrando uma cabeleira, pode ser usada como pendente.

Apesar de pouco comum de ser visto, o cacto macarrão floresce e para que isso aconteça, o ideal é que a planta seja mantida em um local mais iluminado (de forma indireta), pois a luz do sol é fundamental para o florescimento das plantas.

10) Xanadú (Philodendron xanadu)

Essa planta é muito ornamental, tem a borda das folhas recortadas e uma coloração verde intenso. É uma planta tropical e que pode ser usada para composições com muitas plantas das quais falamos anteriormente. Pode ser utilizado em canteiros, jardineiras e ainda em vasos.

Por ser nativo da mata atlântica, o xanadú aprecia um ambiente de clima quente e úmido. O sol muito forte pode queimar as folhas, portanto cuidado com o local escolhido para manter a planta. O excesso de água pode levar ao apodrecimento da planta, que requer um solo mais leve e bem drenável.

xanadú
Fonte: tua casa

Conclusão

Agora que vocês já conhecem 10 plantas de sombra que podem ser usadas em ambientes com pouca luz sol, é hora de colocar a mão na massa. Na dúvida sobre quais plantas escolher, tenha em mente sempre as características do local disponível para elas e certifique-se de que há, no mínimo, 2 horas de sol por dia, necessárias à sobrevivência dessas plantas aqui comentadas.

Lembre-se sempre de que toda planta natural precisa de energia solar para realizar a fotossíntese e quem se luz do sol, água e nutrientes adequados, sua planta tem enormes chances de morrer.

Não esqueça também de sempre escolher um vaso com tamanho ideal para comportar a planta e um substrato bem drenável e rico em matéria orgânica se a planta assim for exigente. 

Participe do Grupo do Telegram 1
31 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 × 3 =

Você também pode gostar: