Pontuação dos leitores
[Total: 3 Média: 5]

Sem sombra de dúvida a Bryophyllum laetivirens é uma das suculentas mais fáceis de se cultivar, o gênero Bryophyllum é famoso pela sua facilidade na propagação.

O próprio nome popular “mãe de milhares” diz muito sobre ela, visto que possui muitas pequenas mudas crescendo ao longo das bordas de suas folhas serrilhadas.

Essa planta pode ser encontrada muito facilmente, em qualquer local, floriculturas, viveiros, algumas casas agropecuárias e inclusive em nossa loja virtual (comprando conosco você colabora com nosso trabalho).

obrigado

Origem

Assim como a suculenta orelha-de-gato, a Bryophyllum laetivirens também é originário da Ilha de Madagascar, na África.

habitat da Bryophyllum laetivirens
Em verde: região onde a planta é nativa
Em roxo: região onde a planta foi introduzida (Na Ilha de Cuba)

A Bryophyllum laetivirens antigamente era conhecida como Kalanchoe laetivirens, e seus nomes populares são: mãe de milhares, aranto, aranto verde, calanchoê.

Seu habitat natural é uma região tropicais, ou seja, a temperatura média fica acima de 20º C.

kalanchoe laetivirens no habitat
Planta no habitat natural
Fonte: International Crassulaceae Network
Nome botânico Bryophyllum laetivirens (Kalanchoe laetivirens)
Nome comum Mãe de milhares, aranto, aranto verde, calanchoê
Tipo de planta Suculenta
Tamanho adulto 90 centímetros
Tipo de solo Bem drenado e aerado
Iluminação Sol de forma indireta ou sombra parcial
Irrigação Moderada, mas tolera certo nível de seca
PH ideal Qualquer tipo
Cor da flor Rosa acinzentado
Origem Ilha de Madagascar, na África
Toxicidade Tóxico para animais domésticos e seres humanos

Características Gerais da planta

A principal característica dessa planta é sua capacidade de propagação, em algumas situações e lugares ela pode se tornar invasiva, principalmente em jardins abertos.

Muitas pessoas preferem cultivá-las em vasos para ter maior controle sobre o espalhamento das mudas.

Veja um pouco mais dessa planta no vídeo abaixo:

Ao longo das bordas de suas folhas serrilhadas, nascem dezenas de mudinhas. Elas possuem crescimento lento e demoram aproximadamente 2 anos para virarem adultas.

folha serrilhada da Bryophyllum laetivirens

A planta pode chegar a uma altura de aproximadamente 90 cm,

Como cultivar Bryophyllum laetivirens

Iluminação ideal

O ideal é deixar a planta em iluminação indireta, apesar disso, a planta consegue tolerar o sol pleno.

A Bryophyllum laetivirens acaba se adaptando ao sol direto, porém algumas folhas podem se queimar nesse processo.

A planta quando fica no sol começa a ficar com as folhas avermelhadas, isso é causado pelo acúmulo de antocianina, pigmento que protege a planta da radiação solar.

Temperatura ideal de cultivo

Assim como no habitat nativo, a temperatura ideal para cultivo da mãe de milhares varia entre 18ºC e 30ºC, no Brasil, essa é a faixa de temperatura presente durante todo o ano em quase todo território nacional.

Solo

Como a maioria das suculentas, a Bryophyllum laetivirens precisará de um substrato bem drenado, com o vaso possuindo furos de drenagem que permitam que a água não se acumule nas raízes.

Caso o vaso não possua furos de drenagem, é necessário ter muito cuidado com a irrigação.

Todas as suculentas precisam de um solo bem drenado e arenoso, temos em nossa loja virtual um solo pronto para elas. Com isso você não precisará preparar um e correr o risco de cometer um erro.

Kalanchoe laetivirens

Como irrigar suculenta mãe de milhares

Essa planta, por ter dezenas de mudinhas crescendo em suas folhas absorvem muita água e nutrientes, por isso ela não pode ser deixada sem água durante muito tempo.

Apesar de tolerar certo nível de seca é preferencial que a irrigue de forma moderada, com regularidade.

Antes de efetuar uma irrigação, verifique se a maior parte do solo se encontra seca.

Fertilização

Essa planta não é exigente em ser fertilizada, mas você pode utilizar uma adubação orgânica, como o bokashi, para auxiliar o crescimento e o desenvolvimento da planta.

Poda

A poda da mãe de milhares não é necessária, remova apenas as folhas e caules mortos.

Como propagar Bryophyllum laetivirens (mãe de milhares)

Acredito que essa planta é a mais fácil de ser propagada, isso porque você não precisa fazer absolutamente nada, a própria planta produz dezenas de mudas.

mudinhas nas folhas da kalanchoe laetivirens
Fonte: Pixabay

As mudas nas folhas com o tempo se destacam sozinhas da planta mãe e caem no solo, crescendo em torno da planta mãe.

mudas no vaso de Bryophyllum laetivirens

Você pode retirar as mudinhas manualmente das folhas, mas apenas faça isso naquelas que cairem ao leve toque de seus dedos.

Aquelas mudas que não saírem com a leve pressão não estão prontas ainda, então deixe-as na folha.

Coloque as mudas em recipientes com substrato bem leve, próprio para mudas.

Replantio da Bryophyllum laetivirens
Fonte: Pixabay

Como é a flor da Bryophyllum laetivirens?

Conclusão

Com esse artigo você conheceu uma das suculentas mais fáceis de se propagar e que em algumas situações chega a ser considerada uma planta invasiva.

O principal fator de cultivo é a irrigação. Essas pequenas mudas nas folhas esgotam a água da planta mãe para se desenvolverem e com isso é necessário irrigá-las com frequência um pouco maior do que outras suculentas.

Participe do Grupo do Telegram 1
9 Shares:

Deixe uma resposta

Você também pode gostar: