26 C
São Paulo
quarta-feira, julho 3, 2024

Tradescantia zebrina: Cuidados de Cultivo

A Tradescantia zebrina, conhecida popularmente como “lambari”, pertence a um gênero botânico fascinante que engloba diversas espécies de plantas ornamentais. Originária das Américas, essa planta conquistou jardineiros e entusiastas do paisagismo em todo o mundo devido à sua beleza e facilidade de cultivo.

História e Nomenclatura

Anteriormente classificada como Zebrina pendula, a planta foi reclassificada para o gênero Tradescantia devido ao seu hábito de crescimento rastejante. O nome popular “Judeu-errante” tem sido alvo de debates recentes devido a possíveis conotações negativas, levando muitos a optarem por denominações alternativas como “planta-errante” ou simplesmente Tradescantia.

Folhas de Tradescantia zebrina
Fonte: Plantsmith
Nome popularPlanta-andarilha, Lambari, Judeu errante, Trapoeraba, Erva-de-gato, Coração roxo, Onda-do-mar, Manto-de-viúva
Nome científicoTradescantia zebrina (várias espécies)
FamíliaCommelinaceae
Tipo de plantaHerbácea perene
TamanhoGeralmente até 30-60 cm de altura, com ramos que podem se estender por até 1,8 m
IluminaçãoLuz indireta brilhante a parcialmente sombreada
SoloBem drenado, rico em matéria orgânica
RegaModerada, mantendo o solo uniformemente úmido, mas não encharcado
pHLevemente ácido a neutro (5,5-7,0)
Época de floraçãoPrimavera e verão, embora algumas espécies possam florir o ano todo
Cor das FloresVaria conforme a espécie, incluindo branco, rosa e roxo
OrigemAméricas, principalmente América Central e do Sul
ToxicidadeLevemente tóxica para cães e gatos se ingerida, pode causar irritação na pele em alguns humanos

Espécies Populares de Tradescantia

Tradescantia fluminensis

Esta espécie é caracterizada por suas folhas verde-escuras que contrastam belamente com suas pequenas flores brancas de três pétalas.

Tradescantia fluminensis com flores brancas
Fonte: Wikipedia

Tradescantia zebrina

Como o nome sugere, esta variedade apresenta folhas com listras semelhantes às de uma zebra, exibindo um tom roxo profundo e uma faixa prateada nas bordas.

Tradescantia zebrina
Fonte: Ohio Tropics

Tradescantia pallida

Também conhecida como “Rainha Roxa”, esta espécie se destaca por sua folhagem inteiramente roxa e flores rosa-claro.

Tradescantia pallida com flores rosas
Fonte: Pinterest

Cuidados Essenciais com a Tradescantia zebrina

Iluminação e Temperatura

A planta Lambari prospera em ambientes com luz indireta brilhante. Quanto mais luminosidade receber, mais flores produzirá. No entanto, é importante evitar a exposição direta ao sol, que pode desbotar a coloração vibrante das folhas.

iluminação da Tradescantia zebrina
Fonte: UOL

A faixa ideal de temperatura para o cultivo da Tradescantia está entre 15°C e 26°C. Estas plantas são sensíveis ao frio extremo, não tolerando geadas. Em regiões com invernos rigorosos, é aconselhável cultivá-las em vasos que possam ser movidos para ambientes internos durante os meses mais frios.

Rega e Umidade

O segredo para manter uma Tradescantia zebrina saudável está no equilíbrio hídrico. O solo deve ser mantido uniformemente úmido, mas nunca encharcado. Uma boa prática é aguardar até que a camada superior do solo (cerca de 1 cm) esteja seca antes de regar novamente.

Estas plantas apreciam um ambiente úmido, com níveis ideais de umidade em torno de 70%. Em ambientes internos, pode-se utilizar um umidificador ou borrifar água nas folhas regularmente para manter a umidade adequada.

Solo e Substrato

Um substrato bem drenado e rico em matéria orgânica é essencial para o cultivo da Tradescantia. Uma mistura caseira pode ser preparada com:

  • 1 parte de perlita ou areia grossa
  • 1 parte de turfa ou húmus
  • 1 parte de terra de jardim
  • Uma pitada de calcário
  • Uma porção de composto orgânico rico

O pH ideal do solo para o cultivo está entre 5 e 6, levemente ácido.

Tradescantia zebrina no vaso
Fonte: MyGardenLife

Fertilização

Para manter o vigor e a coloração vibrante da planta Lambari, recomenda-se a aplicação de fertilizante líquido solúvel em água a cada duas semanas durante a estação de crescimento. É importante diluir o fertilizante pela metade da concentração recomendada para evitar queimaduras nas folhas.

Alternativamente, pode-se optar por um fertilizante de liberação lenta, aplicado ao solo uma vez por ano.

Técnicas de Cultivo e Manutenção

Poda e Formação

A Lambari tem uma tendência natural a ficar “desgrenhada” com o tempo. A poda regular é essencial para manter a planta compacta e com aparência saudável. Recomenda-se podar os ramos mais longos e remover as pontas dos caules para estimular uma ramificação mais densa.

poda de Tradescantia zebrina

Propagação

Uma das características mais apreciadas da Tradescantia zebrina é sua facilidade de propagação. Estacas de caule podem ser facilmente enraizadas em água ou diretamente no solo. Para melhores resultados:

  1. Corte um segmento de caule com 10-15 cm de comprimento.
  2. Remova as folhas inferiores, deixando apenas 2-3 folhas na ponta.
  3. Insira a estaca em um vaso com substrato úmido ou em um recipiente com água.
  4. Mantenha em local quente e bem iluminado, mas sem sol direto.
  5. Em 4-6 semanas, as raízes devem se desenvolver e a nova planta estará pronta para ser transplantada.
propagação da planta lambari
Fonte: Reddit

Replantio

À medida que a Tradescantia cresce, pode ser necessário transferi-la para um vaso maior. Escolha um novo recipiente com 2-5 cm a mais de diâmetro que o atual. O replantio é uma ótima oportunidade para renovar o substrato e estimular o crescimento da planta.

Tradescantia zebrina
Fonte: FiveSeasonStuff

Desafios no Cultivo

Pragas Comuns

Ácaros

Os ácaros são uma das pragas mais problemáticas para a Tradescantia. Eles prosperam em ambientes quentes e secos, causando danos às folhas. Para combatê-los:

  • Aumente a umidade ao redor da planta.
  • Lave as folhas com água para remover os ácaros.
  • Em casos graves, aplique um acaricida específico.

Pulgões

Esses pequenos insetos podem se acumular nas folhas e brotos jovens, sugando a seiva da planta. O controle de pulgões pode ser feito com:

  • Remoção manual com um jato de água forte.
  • Aplicação de óleo de neem ou inseticidas naturais.
  • Em infestações severas, uso de inseticidas sistêmicos.

Doenças e Problemas Fisiológicos

Podridão de Raiz

Causada por excesso de água ou solo mal drenado, a podridão de raiz é um problema sério. Sintomas incluem amarelecimento das folhas e caules moles. Para prevenir:

  • Assegure-se de que o vaso tenha orifícios de drenagem adequados.
  • Evite o excesso de rega.
  • Use um substrato bem drenado.

Manchas Foliares

Diversas doenças fúngicas podem causar manchas nas folhas da Tradescantia zebrina. Para gerenciar este problema:

  • Remova as folhas afetadas.
  • Melhore a circulação de ar ao redor da planta.
  • Evite molhar as folhas ao regar.
  • Em casos persistentes, aplique um fungicida apropriado.

Uso Paisagístico e Decorativo da Lambari

Jardins e Áreas Externas

Em regiões de clima adequado, a Tradescantia zebrina pode ser usada como forração em jardins, criando belos tapetes coloridos. No entanto, é importante considerar seu potencial invasivo em algumas áreas. Em regiões onde a planta não é nativa, é aconselhável mantê-la em recipientes para evitar sua propagação descontrolada.

Decoração de Interiores

A versatilidade da Tradescantia zebrina a torna uma excelente opção para decoração de interiores. Algumas ideias incluem:

  • Vasos suspensos em áreas bem iluminadas.
  • Como planta cascata em estantes ou prateleiras altas.
  • Em terrários, combinada com outras plantas de sombra.
vaso de Tradescantia zebrina na sala
Fonte: Pexels

Considerações Finais

A Tradescantia zebrina é uma planta fascinante que oferece beleza e versatilidade tanto para jardins quanto para ambientes internos. Com cuidados adequados, ela pode proporcionar anos de satisfação aos entusiastas do paisagismo e da jardinagem doméstica.

Ao cultivar essa planta, lembre-se sempre de respeitar as necessidades específicas da planta em termos de luz, água e nutrientes. Com atenção e carinho, você poderá desfrutar da beleza exuberante dessa planta notável por muito tempo.

Seja como uma cascata de cores em um vaso suspenso ou como um tapete vivo em seu jardim, a Lambari certamente acrescentará um toque de natureza vibrante e exótica ao seu espaço. Experimente diferentes variedades e técnicas de cultivo para descobrir todo o potencial dessa planta extraordinária.

Gilberto
Gilbertohttps://pergunteaoagronomo.com.br/
Sou Engenheiro Agrônomo, formado pela Universidade Federal de Viçosa – UFV, possuo MBA em Agronegócios pela Esalq-USP. Tenho mais de 20 anos de experiência no cultivo de orquídeas e experiência internacional em hortaliças e frutiferas.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

11,909FãsCurtir
2,306SeguidoresSeguir
1,098SeguidoresSeguir
21,400InscritosInscrever
- Anúncio -

Últimos Artigos

- Anúncio -