21.7 C
São Paulo
sexta-feira, abril 19, 2024

Edelvaisse: Saiba Como Cultivar Essa Flor Encantadora

Você já viu aquelas lindas flores brancas que parecem algodão em novelas e filmes? Pois é, estamos falando da charmosa Edelvaisse! Essa flor tão delicada quanto resistente é vista com frequência em cenários alpinos, mas você sabia que dá para cultivá-la em casa também?

Mesmo sendo nativa das montanhas, a Edelvaisse pode ser cultivada em vasos e jardineiras. Basta seguir algumas dicas simples. Neste artigo, vamos te mostrar do zero tudo o que você precisa fazer para ter lindos Edelvaisse decorando a sua casa!

Nome popularEdelvaisse
Nome científicoLeontopodium alpinum
FamíliaAsteraceae
Tipo de plantaHerbácea perene
Tamanho15 a 30 cm de altura
IluminaçãoPlena luz, sol da manhã
SoloBem drenado, arenoso
RegaOcasional, solo levemente úmido
pHEntre 6 e 7
Época de floraçãoFim do verão/início do outono
Cor das FloresBranca
OrigemRegiões montanhosas da Europa Central e Leste Europeu
ToxicidadeNão tóxica

Origem

A Edelvaisse (Leontopodium alpinum) é nativa das regiões montanhosas da Europa Central e Leste Europeu, especialmente dos Alpes.

Ela é encontrada naturalmente em altitudes entre 1.800 e 3.000 metros, habitando encostas rochosas, prados alpinos e áreas de tundra. Seu habitat típico possui verões frescos e invernos rigorosos com muita neve.

Flor da Edelvaisse (Leontopodium alpinum)
Fonte: Wikipedia

Os Alpes são considerados o habitat original da Edelvaisse, onde ela ocorre de forma nativa na Áustria, Itália, França, Alemanha, Eslovênia e Suíça.

Além dos Alpes, ela também se desenvolve naturalmente em outras cadeias montanhosas como os Cárpatos (Romênia), Montes Tatra (Polônia e Eslováquia), Apeninos (Itália) e Montes Urais (Rússia).

A região alpina apresenta condições ideais para o desenvolvimento da Edelvaisse, com clima frio, solo rochoso, altitude elevada e boa incidência de luz solar. Por isso, as populações naturais maiores dessa planta estão concentradas nos Alpes.

Características da Edelvaisse

A Edelvaisse, cujo nome científico é Leontopodium alpinum, é uma planta herbácea perene da família Asteraceae. Ela é nativa das regiões montanhosas da Europa central e do leste europeu.

Suas folhas são cobertas por uma fina camada de pelos brancos, o que lhe confere aquele visual fofinho. As flores também são brancas e formam inflorescências solitárias com capítulos de 2 a 3 cm de diâmetro.

folhas da Leontopodium alpinum
Fonte: Pixabay

O que torna a Edelvaisse tão charmosa é que ela floresce no final do verão e início do outono, entre agosto e setembro no hemisfério norte. Ou seja, ela alegra nossos jardins justamente quando a maioria das outras flores já murchou.

Iluminação ideal

A Edelvaisse prefere locais bem iluminados, por isso escolha um local que receba luz solar direta por pelo menos 6 horas ao dia. Mas cuidado com o sol forte do meio-dia, que pode queimar as folhas delicadas.

Edelvaisse
Fonte: Pixabay

O ideal é cultivá-la em uma varanda ou perto de uma janela voltada para leste, para que ela receba o sol da manhã. Assim, terá luz suficiente sem o risco de queimar.

Irrigação

Como é uma planta típica de clima alpino, a Edelvaisse precisa de pouca água. Regue apenas quando o solo estiver seco, sem encharcá-lo. Verifique inserindo o dedo: se sentir que a terra está seca a cerca de 2,5 cm de profundidade, está na hora de regar.

Regue sempre pela manhã, diretamente no solo. Borrife um pouco de água também nas folhas para limpá-las, mas sem molhá-las em excesso.

Nos períodos mais quentes, a Leontopodium alpinum pode precisar de regas a cada 2 ou 3 dias. No inverno, espere de 7 a 10 dias entre uma rega e outra.

flores da Edelvaisse
Fonte: Pixabay

Solo ideal

A Edelvaisse precisa de um substrato bem drenado, poroso e arenoso. Uma mistura de terra comum com areia grossa na proporção de 2:1 é perfeita.

Você também pode usar substrato pronto para plantas alpinas ou suculentas, que já vem com a drenagem adequada. Coloque uma camada de pedriscos no fundo do vaso para melhorar ainda mais a drenagem.

O pH ideal para o cultivo fica entre 6 e 7. Portanto, evite solos muito ácidos.

Edelvaisse no jardim

Local ideal

Pode cultivar a Edelvaisse tanto no exterior como no interior, desde que as condições de luz sejam adequadas. No exterior, escolha um local protegido de ventos fortes e chuvas intensas.

No interior, deixe em uma varanda ou perto de uma janela. Mas atenção: a Edelvaisse não tolera temperaturas elevadas. Evite ambientes onde a temperatura ultrapasse 18°C.

Edelvaisse
Fonte: Pixabay

Época de floração

A floração ocorre no final do verão e início do outono no hemisfério norte, entre agosto e setembro. Cada hastes produz de 1 a 5 capítulos florais.

Para induzir a floração, suspenda as regas em julho e reinicie-as em agosto. Essa diminuição temporária de umidade funciona como um gatilho.

Além disso, a exposição ao frio também estimula a formação de botões florais. Portanto, mesmo cultivada em casa, tente deixar a Leontopodium alpinum em um ambiente mais fresco à noite neste período.

Poda

A poda não é necessária para a Edelvaisse. As hastes secas e flores murchas podem ser retiradas apenas para uma melhor aparência.

Caso a planta fique muito densa e “despenteada” com o tempo, pode fazer uma poda leve na primavera. Retire apenas as partes mais velhas e danificadas.

Cuidados extras

  • Mantenha o solo sempre úmido, mas nunca encharcado;
  • Borrife água nas folhas para aumentar a umidade;
  • Adube na primavera com fertilizante diluído para flores;
  • Reponha o substrato a cada 2 anos, na primavera;
  • Proteja de ventos fortes e do sol direto do meio-dia.

Conclusão

E então, gostou de conhecer melhor a encantadora Edelvaisse? Como vimos, trata-se de uma planta rústica e fácil de cultivar, ideal até para iniciantes no mundo da jardinagem.

Basta seguir as dicas de iluminação, rega no solo levemente úmido, uso de substrato arenoso e local protegido. Em alguns meses, você terá lindos capítulos brancos alegrando o ambiente.

E aí, já se animou a cultivar a Edelvaisse em casa? É uma ótima pedida para decorar varandas e jardins internos de forma charmosamente alpina. Surpreenda seus visitantes com essa flor tão elegante!

Perguntas frequentes

1. Qual o clima ideal para o cultivo da Edelvaisse?

A Edelvaisse prefere climas frios e temperados, com invernos rigorosos e verões amenos. Temperaturas entre 10°C e 18°C são ideais. Não tolera calor extremo ou geadas intensas.

2. Posso cultivar a Edelvaisse no Brasil?

Sim, é possível cultivar em regiões de clima ameno no Sul e Sudeste brasileiro, assim como em áreas de maior altitude. Mas requer cuidados com temperatura e insolação excessiva, deixe sempre em ambiente fresco e bem ventilado.

3. A Edelvaisse cresce bem em apartamentos?

O cultivo em ambientes internos é possível, porém desafiador. Reque atenção especial à luminosidade, temperatura amena, ventilação e umidade ambiente. Varandas e áreas próximas a janelas são mais indicadas. Mas fique atento à temperatura, pois ambientes muito quentes podem prejudicar o desenvolvimento.

4. Qual o tamanho dos vasos ideais para o cultivo?

Recomenda-se vasos de 12 cm a 20 cm de diâmetro e profundidade um pouco maior que o tamanho da raiz. Mais importante que o tamanho é garantir a boa drenagem com camada de drenagem no fundo.

5. Posso plantar a Edelvaisse no jardim?

Sim, desde que no local receba sol da manhã e tenha proteção contra ventos fortes e chuvas intensas. Prepare o solo com substrato bem drenado, pedriscos e matéria orgânica. Mulche com pedras ou casca de árvore.

6. Quais as principais pragas e doenças?

As principais pragas são pulgões, cochonilhas, ácaros e lagartas. Já as doenças mais comuns são mofo cinzento, fusarium e podridões radiculares. Controlar umidade, ventilar e usar produtos orgânicos ou biológicos.

7. Como induzir a floração em ambientes internos?

Expor ao frio noturno, reduzir regas em julho e retomar em agosto, podas após a floração e utilizar fertilizante mais diluído e com menos nitrogênio no outono são dicas para induzir a floração.

8. Posso cultivar a Edelvaisse junto com outras plantas?

Sim, ela combina bem com espécies alpinas como campânulas, flor-de-pedra, gentianas e silenes. Intercale com ervas aromáticas como tomilho e manjericão. Mas evite plantas de clima tropical.

9. Quando devo repotar ou dividir touceiras?

O ideal é repotar a cada 2-3 anos na primavera. Já a divisão de touceiras pode ser feita a cada 4-5 anos também na primavera, logo após a floração. Selecione as mudas mais viçosas para replantar.

10. Onde comprar sementes ou mudas de qualidade?

As mudas podem ser encontradas em floriculturas e lojas de plantas. Também há opções em sites especializados em vendas online. Procure por mudas bem desenvolvidas, com folhas verdes e sem sinais de pragas ou doenças. Para sementes, confira o prazo de validade e procedência. Produtores da Europa são os mais recomendados.

11. Qual o tamanho da Edelvaisse?

A altura varia entre 15 e 30 cm. O diâmetro dos caules fica em torno de 2 a 3 cm. Portanto, é uma planta compacta, ótima para cultivo em vasos e jardineiras.

12. Quanto tempo demora para a Edelvaisse florescer?

Em condições adequadas e a partir de uma muda bem desenvolvida, a primeira floração ocorre após cerca de 2 anos. Anualmente, floresce entre agosto e setembro.

Gilberto
Gilbertohttps://pergunteaoagronomo.com.br/
Sou Engenheiro Agrônomo, formado pela Universidade Federal de Viçosa – UFV, possuo MBA em Agronegócios pela Esalq-USP. Tenho mais de 20 anos de experiência no cultivo de orquídeas e experiência internacional em hortaliças e frutiferas.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

11,909FãsCurtir
2,306SeguidoresSeguir
1,098SeguidoresSeguir
21,400InscritosInscrever
- Anúncio -

Últimos Artigos

- Anúncio -