22.6 C
São Paulo
domingo, maio 12, 2024

Flor Canhota: Guia Completo para Cultivo com Sucesso

Quem nunca se encantou com a beleza exótica da Flor canhota? Com suas flores vistosas em formato de leque, ela conquista a todos que a observam. Mas será que você sabia que cultivar essa planta tão charmosa é mais fácil do que parece?

Neste artigo vou te ensinar tudo sobre o cultivo da Flor canhota, do iniciozinho ao fim! Você vai aprender sobre a origem dessa espécie, características, como cuidar direitinho dela e muito mais.

Então se liga na leitura e anota aí as dicas, porque no final você vai sair daqui craque em Flor canhota!

Nome popularFlor canhota
Nome científicoScaevola aemula
FamíliaGoodeniaceae
Tipo de plantaArbusto
TamanhoAté 1 m de altura
IluminaçãoLuminosidade abundante indireta
SoloRica em matéria orgânica e bem drenado
RegaManter solo levemente úmido
pH5,5 a 6,5
Época de floraçãoFinal da primavera
Cor das FloresAzul, roxo, branco, rosa
OrigemAustrália
ToxicidadeNão tóxica

Origem da Flor canhota

A Flor canhota, cujo nome científico é Scaevola aemula, é nativa da Austrália. Lá ela cresce naturalmente em áreas litorâneas, resistindo bem à maresia.

Essa plantinha chegou ao Brasil por volta de 1950 e logo caiu no gosto popular por sua beleza exótica. As flores em formato de leque, dispondo-se simetricamente ao longo dos ramos, conquistaram de cara o público brasileiro.

origem da flor canhota
Fonte: Guia das Suculentas

Características da Flor canhota

As flores da Flor canhota têm formato de leque, com pétalas espatuladas. Elas são brancas na face interna e azul-arroxeadas na face externa. Florescem ao final da primavera, proporcionando uma delicada e charmosa decoração.

Flores da Scaevola aemula
Fonte: Gardening Know How

As folhas são ovaladas, de cor verde brilhante na face superior e mais claras na face inferior. Elas têm consistência carnuda e textura aveludada.

porte da flor canhota
Fonte: Gardening With Angus

Essa planta apresenta porte arbustivo, podendo atingir até 1 metro de altura. Seus ramos são flexíveis e tendem a pender. Por isso ela é ótima para cultivo em vasos suspensos.

Iluminação ideal

A Flor canhota precisa de luz abundante, porém indireta. O ideal é cultivá-la em áreas externas com sombreamento moderado, como varandas e terraços com telhado.

Essa luminosidade vai garantir o crescimento saudável da planta e a floração abundante. Mas cuidado com o sol direto, pois ele pode queimar as folhas!

scaevola aemula Image Professionals
Fonte: Image Professionals

Irrigação

Para se manter viçosa e florida, a Flor canhota precisa de regas frequentes, porém moderadas. O substrato deve ser mantido levemente úmido, sem encharcamento.

Verifique a umidade colocando o dedo na terra: se estiver seco, está na hora de regar. Faça isso de 2 a 3 vezes por semana no verão, e 1 vez por semana no inverno.

Solo ideal de cultivo

O substrato ideal para o cultivo da Flor canhota deve ser rico em matéria orgânica e bem drenável. Uma mistura na proporção 3:2:1 de terra de jardim, substrato orgânico e areia é perfeita.

Essa composição vai garantir os nutrientes necessários para o desenvolvimento da planta, além de boa drenagem e aeração das raízes.

Flickr scaevola aemula Image Professionals
Fonte: Flickr twacar

Local ideal para cultivo

Por ser nativa de regiões litorâneas, a Flor canhota se dá muito bem em áreas abertas e ventiladas. Varandas, jardins e terraços são os locais ideais.

Dentro de casa, escolha um cômodo claro e arejado. Mas lembre-se que nesses ambientes a incidência de luz é menor, então tenha cuidado para não deixar a planta “entristecida”.

Época de floração

Um grande atrativo da Flor canhota é que ela floresce o ano inteiro!

As delicadas flores brancas e violetas surgem durante todas as estações, alegrando nossos jardins e espaços internos. Por isso essa planta é tão apreciada para decoração.

Petitti Garden Centers
Fonte: Petitti Garden Centers

Poda da planta

A poda não é necessária para a Flor canhota, mas caso queira dar um formato mais compacto e adequado ao vaso, pode ser feita.

Como a maioria das plantas anuais, Scaevola se beneficia de alguns cortes de caule para mantê-la no formato desejado e para estimular a planta a crescer com o hábito de ramificação, em vez de desenvolver caules longos e esguios. Scaevola é autolimpante e não precisa ser cortada, mas você pode cortá-la pela metade após o primeiro grande fluxo de flores para estimular um novo ramo de crescimento e estimular ainda mais floração.

O ideal é podar logo após o período de maior floração, que costuma ser na primavera e no verão.

Como cultivar Flor canhota: o passo a passo completo

Agora que você já conhece as principais características e necessidades da Flor canhota, está na hora de botar a mão na terra e cultivar!

Vem comigo nesse passo a passo completo.

Escolha o vaso: dê preferência a vasos de barro ou plástico furados, com 20-30 cm de diâmetro. Lembre-se que a Flor canhota tem ramos pendentes, então um vaso alto delimita melhor seu porte.

The Plant Cellar
Fonte: The Plant Cellar

Faça a mistura do substrato: 3 partes de terra de jardim + 2 de substrato orgânico + 1 de areia. Misture bem todos os componentes.

Plante a muda: coloque a muda no centro do vaso e preencha com a mistura de substrato, apertando levemente ao redor da raiz. Deixe 2 dedos de distância entre a terra e a borda do vaso.

Regue: logo após o plantio, molhe bem toda a terra com uma regadora. Isso vai firmar o torrão e eliminar bolsas de ar.

Escolha o local: varanda, terraço ou jardim ensolarado com meia sombra. Dentro de casa, ambiente claro e arejado.

Cuide da luminosidade: luz abundante indireta. Sol pleno queima as folhas. Sombreamento moderado.

Irrigue com moderação: 2-3 vezes por semana no verão, 1 vez no inverno. Solo levemente úmido, sem encharcar.

Adube ocasionalmente: a cada 2 meses com adubo NPK na dose recomendada. Isso vai garantir nutrientes para a planta.

Aproveite a floração: as flores surgem o ano todo! Curta a beleza das cores contrastantes.

E pronto! Seguindo esses passos você vai cultivar Flor canhota com grande sucesso!

Perguntas frequentes

1. A Flor canhota pode ser cultivada no interior?

Sim, ela pode ser cultivada em ambientes internos desde que receba luz abundante indireta, como perto de janelas. Mas terá menor floração que no exterior.

2. Quantas vezes por semana devo regar?

No verão, 2 a 3 vezes por semana. No inverno, 1 vez por semana. Mantenha o solo levemente úmido, sem encharcar.

3. Precisa de poda?

Não é obrigatória, mas pode ser feita após o pico de floração para remover galhos velhos e estimular novos brotos.

4. A Flor canhota floresce em que época?

O ano todo! As flores surgem em todas as estações, proporcionando floração constante.

5. É possível cultivar em apartamento?

Sim, desde que receba boa iluminação. Varanda e perto de janelas são os locais mais adequados.

6. Posso deixar no sol pleno?

Não. O sol direto queima as folhas. A Flor canhota precisa de luminosidade abundante, porém sempre de forma indireta, com sombreamento.

7. Qual frequência de adubação?

A cada 2 meses, com adubo NPK na dose recomendada pela fabricante. Isso vai garantir nutrientes para a planta.

8. Que tipo de solo devo usar?

Uma mistura de 3 partes de terra de jardim, 2 de substrato orgânico e 1 de areia. Rico em matéria orgânica e bem drenável.

9. A Flor canhota aguenta frio e geada?

Não. Por ser nativa de clima tropical, ela não tolera bem temperaturas muito baixas, podendo inclusive morrer se exposta à geada. O ideal é cultivá-la em ambientes protegidos no inverno.

10. Qual a melhor época para fazer a poda da Flor canhota?

O ideal é podar logo após o pico de floração, que costuma ser na primavera e no verão. Assim estimula-se o surgimento de novos brotos floridos.

11. Posso plantar a Flor canhota no chão do jardim?

Sim, ela pode ser plantada no solo de jardins e bordaduras, desde que receba sombreamento moderado e não sol pleno direto. Lembre-se de preparar a terra com matéria orgânica antes do plantio.

12. Por que as folhas da minha Flor canhota estão amarelando?

O amarelecimento das folhas geralmente indica excesso de luminosidade, alguma praga, falta de nutrientes, pelo excesso ou falta de água. Mude a planta para local com sombra moderada e observe algum dos problemas citados.

13. Qual melhor substrato: terra de jardim ou substrato pronto?

O ideal é uma mistura de ambos, terrígeno e orgânico, na proporção 3:2:1 de terra de jardim, substrato e areia. Assim garante nutrientes e boa drenagem.

14. Posso multiplicar a Flor canhota por estacas?

Sim, a propagação por estacas é eficiente. Corte ramos de 10-15 cm, plante em recipiente coberto e regue regularmente. Em 1-2 meses terá raízes e pode ser transplantada.

15. Devo remover as flores secas da Flor canhota?

Sim, remova periodicamente as flores secas para estimular o surgimento de novas flores. Faça o desbaste com cuidado para não danificar os botões florais.

16. Qual a quantidade ideal de adubo para a Flor canhota?

Aplique adubo NPK na dose recomendada pelo fabricante a cada 2 meses. Excesso pode queimar raízes, falta limita floração. Siga a orientação do rótulo.

17. Posso plantar Flor canhota em vasos comunitários?

Sim, ela é ótima para compor jardins e vasos comunitários, combinando bem com outras espécies. Mas garanta luminosidade e umidade ideais.

E aí, gostou do artigo? Agora você é praticamente um especialista no cultivo da Flor canhota! Siga as dicas e prepare-se para admirar a beleza exótica dessa planta encantadora. Lembre-se de deixar a terra fofinha, a luz abundante e a rega frequente. O resto ela faz sozinha!

Gilberto
Gilbertohttps://pergunteaoagronomo.com.br/
Sou Engenheiro Agrônomo, formado pela Universidade Federal de Viçosa – UFV, possuo MBA em Agronegócios pela Esalq-USP. Tenho mais de 20 anos de experiência no cultivo de orquídeas e experiência internacional em hortaliças e frutiferas.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

11,909FãsCurtir
2,306SeguidoresSeguir
1,098SeguidoresSeguir
21,400InscritosInscrever
- Anúncio -

Últimos Artigos

- Anúncio -