12.5 C
São Paulo
terça-feira, julho 2, 2024

A Cor Azul dos Mirtilos Vem Das Nanoestruturas Na Cera De Sua Superfície

Você já parou para observar a bela cor azul dos mirtilos?

Pois é, os cientistas descobriram recentemente que essa coloração tão característica é produzida por minusculas estruturas na superfície das frutas. Após anos de pesquisa, eles conseguiram desvendar o mistério por trás da pigmentação azul dos mirtilos.

A complexidade por trás da cor azul dos mirtilos

A primeira vista, parece algo simples explicar de onde vem a coloração azul da mirtilo. Afinal, é só uma fruta azul, certo? Errado! Por trás dessa singela aparência, existe uma complexa nanoestrutura que interage com a luz para produzir essa cor vibrante.

azul dos mirtilos
Fonte: Médis

Os pesquisadores tiveram que investigar em detalhes microscópicos a superfície da casca das frutas. E o que eles descobriram foi surpreendente.

Minúsculas estruturas que manipulam a luz

Os mirtilos, contêm uma grande quantidade de antocianina, um pigmento da pele que deve dar a cada esfera uma cor vermelha escura. Porém, a casca dos mirtilos é coberta por uma fina camada de cera. E é nessa cera que estão “escondidas” as estruturas secretas da cor azul dos mirtilos. Elas são tão pequenas que são invisíveis a olho nu.

Essas nanoestruturas na cera conseguem interagir com a luz refletida pela fruta de um jeito muito específico: elas filtram e dispersam as cores do arco-íris, deixando passar principalmente o azul. É por isso que nosso olhos enxergam as mirtiloscomo azuis.

nanoestrutura da cera dos mirtilos
Essas imagens de microscópio eletrônico de varredura revelam os detalhes mais sutis das cascas das frutas de cor azul. As nanoestruturas encontradas nos mirtilos (à esquerda) refletem a luz azul e ultravioleta, encobrindo os pigmentos de antocianina vermelho-escuros encontrados sob a camada cerosa da casca da fruta.
Em ordem: Mirtilos, Uva oregon e ameixa
Fonte:R. MIDDLETON ET AL

Uma descoberta que abre portas para novas tecnologias

Agora que os cientistas desvendaram o segredo por trás da coloração dos mirtilos, eles vislumbram novas possibilidades tecnológicas. Isso porque as nanoestruturas encontradas nessas frutas poderiam ser replicadas e utilizadas para produzir cores sem usar pigmentos.

cor azul dos mirtilos
Fonte: The Diggers Club

Essa técnica de manipular a luz por meio de minúsculos padrões abre as portas para tintas, revestimentos e até mesmo telas de celular com visualização aprimorada e cores mais vibrantes. Tudo isso sem precisar de químicas agressivas ao meio ambiente.

A natureza nos surpreende mais uma vez

A descoberta da origem da cor azul dos mirtilos nos faz apreciar ainda mais a complexidade e engenhosidade da natureza. Uma simples frutinha, que para nós parece insignificante, esconde estruturas fascinantes que nem nossa melhor tecnologia consegue reproduzir.

E isso também serve de lição sobre não julgarmos as coisas apenas pela aparência. Por trás daquilo que parece comum, pode existir um universo de complexidade que nem imaginamos. É só olharmos com mais atenção, curiosidade e imaginação, assim como fizeram os cientistas com as frutas azuis.

Referência

Here’s why blueberries are blue. Disponível em: https://www.sciencenews.org/article/blueberry-blue-color-nanostructure-wax-pigment

Gilberto
Gilbertohttps://pergunteaoagronomo.com.br/
Sou Engenheiro Agrônomo, formado pela Universidade Federal de Viçosa – UFV, possuo MBA em Agronegócios pela Esalq-USP. Tenho mais de 20 anos de experiência no cultivo de orquídeas e experiência internacional em hortaliças e frutiferas.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

11,909FãsCurtir
2,306SeguidoresSeguir
1,098SeguidoresSeguir
21,400InscritosInscrever
- Anúncio -

Últimos Artigos

- Anúncio -