21.1 C
São Paulo
quinta-feira, maio 9, 2024

Nova Orquídea Descoberta No Japão Surpreende Cientistas

Às vezes, pesquisadores encontram novas espécies de flores em lugares improváveis, como parques, jardins e até mesmo em vasos nas varandas. Recentemente, identificaram no Japão uma nova espécie de orquídea com flores rosa e brancas tão delicadas e frágeis que parecem ter sido feitas de vidro, em uma região próxima de uma espécie de orquídea comum no Japão.

Quem fez essa descoberta da nova orquídea?

Essa descoberta foi relatada na última sexta-feira (17) no Journal of Plant Research e é um lembrete importante de que espécies desconhecidas podem estar bem debaixo dos nossos narizes. A diversidade da família das orquídeas, Orchidaceae, é surpreendente e novas descobertas, como a dessa de nome Spiranthes, reforçam a urgência de estudar e proteger essas joias botânicas, disse Justin Kondrat, principal horticultor da Smithsonian Gardens Orchid Collection.

As orquídeas do gênero Spiranthes são conhecidas como “tranças femininas” devido à sua semelhança com mechas onduladas de cabelo.

Essas flores são encontradas em regiões temperadas ou tropicais na Eurásia, Austrália e Américas, e existem cerca de 50 espécies de Spiranthes. Elas possuem um caule central, em torno do qual cresce uma espiral ascendente de pequenas flores em forma de sino que podem ser brancas, rosa, roxas ou amarelas.

orquidea Spiranthes australis
Spiranthes australis
Fonte: Yarra Ranges Council

As flores dessa espécie de orquídea são conhecidas no Japão há centenas de anos, de acordo com o estudo.

Como é a nova orquídea?

Uma nova espécie de orquídea foi descoberta na prefeitura de Tóquio, próxima à Ilha Hachijo, e recebeu o nome de Spiranthes hachijoensis.

Nova orquídea Spiranthes hachijoensis
Spiranthes hachijoensis
Fonte: Masayuki Ishibashi

Antes dessa descoberta, apenas três espécies de orquídeas Spiranthes eram encontradas no Japão, sendo que se acreditava que somente a S. australis crescia no continente japonês. Durante uma pesquisa há mais de uma década, o professor Kenji Suetsugu, da Universidade de Kobe, encontrou flores com características incomuns presumivelmente S. australis, mas com hastes lisas, o que levou a investigações mais profundas.

Spiranthes hachijoensis
Possui flores menores com bases mais largas e pétalas centrais mais retas do que outras espécies de Spiranthes.
Fonte: Masayuki Ishibashi

De 2012 a 2022, Suetsugu e seus colegas analisaram as características físicas, genéticas e reprodutivas das plantas sem pelos, como as espécies de Spiranthes geralmente se sobrepõem geograficamente e podem ser parecidas, é importante ter uma compreensão abrangente da distribuição e ecologia de espécies relacionadas para distinguir as características únicas de uma nova espécie.

Habitat natural Spiranthes hachijoensis
Spiranthes hachijoensis em seu habitat natural no Japão.a – d Indivíduo em floração observado na Ilha Hachijo. 
e , f Indivíduo em floração observado em Ichihara-shi, Chiba Pref. g Indivíduo em floração observado em Kimitsu-shi, Chiba Pref. h Indivíduo em floração observado em Nagoya-shi, Aichi Pref. i Indivíduo florescente observado em Kagoshima-shi, Kagoshima Pref. Barras de escala: 30 mm.

As cores das flores da S. hachijoensis variam do rosa-púrpura ao branco, com pétalas medindo cerca de 3 a 4 milímetros de comprimento. A S. hachijoensis apresentou flores menores com bases mais largas e pétalas centrais mais retas do que outras espécies do mesmo gênero; também carecia de uma estrutura para autopolinização. Morfologicamente, era muito parecido com S. hongkongensis e S. nivea, mas diferenças físicas mínimas e análises genéticas confirmaram que era uma planta única.

flores da nova orquídea Spiranthes hachijoensis
Fonte: Masayuki Ishibashi

Além da população de Tóquio, os autores do estudo encontraram S. hachijoensis em outras partes do distrito de Kanto e nos distritos de Kyushu, Shikoku e Chubu. O gênero Spiranthes é um dos mais conhecidos no Japão e é apreciada há séculos. A identificação de novas espécies de plantas no Japão é um evento incomum, com a flora do país amplamente documentada e estudada.

Essa descoberta provavelmente despertará o interesse pela flor, que é muito mais rara que a S. australis.

Proteção do Habitat natural

No entanto, a perda de habitat colocou muitas espécies em perigo, e a popularidade das flores não as salvará se não forem protegidas. Existem mais de 40.000 espécies de orquídeas conhecidas em todo o mundo, e a beleza frágil das recém-descobertas Spiranthes hachijoensis é uma marca registrada das orquídeas, mas também a sua vulnerabilidade.

A descoberta de novas espécies em locais comuns ressalta a necessidade de exploração persistente e da pesquisa taxonômica e genética para avaliar com precisão a diversidade de espécies e protegê-las.

Referência

Journal of Plant Research: https://link.springer.com/article/10.1007/s10265-023-01448-6

CNN: https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/nova-especie-de-orquidea-com-petalas-de-vidro-e-descoberta-no-japao/

Gilberto
Gilbertohttps://pergunteaoagronomo.com.br/
Sou Engenheiro Agrônomo, formado pela Universidade Federal de Viçosa – UFV, possuo MBA em Agronegócios pela Esalq-USP. Tenho mais de 20 anos de experiência no cultivo de orquídeas e experiência internacional em hortaliças e frutiferas.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

11,909FãsCurtir
2,306SeguidoresSeguir
1,098SeguidoresSeguir
21,400InscritosInscrever
- Anúncio -

Últimos Artigos

- Anúncio -