Como Cultivar Dendrobium thyrsiflorum

Pontuação dos leitores
[Total: 1 Média: 5]

Nesse artigo eu quero te ensinar a cultivar o Dendrobium thyrsiflorum contarei alguns segredinhos para fazer a planta florir e onde você pode encontrar a planta para comprar.

Origem do Dendrobium thyrsiflorum

A orquídea Dendrobium thyrsiflorum é originária do continente asiático, ocorrendo nativamente em regiões de elevadas altitudes.

Como ao longo da cordilheira dos Himalaias, principalmente em sua porção chinesa.

Essa espécie também é nativa de países como Índia, Vietnã, Laos e Tailândia.

Curiosidade

O interessante da floração dessa espécie de orquídea, é que o formato do cacho parece com uma pinha. Por isso no exterior essa planta foi apelidada como “orquídea pinha” (Pine cone Orchid).

Eu particularmente não acho muito parecido.

Veja só uma foto de uma pinha e da orquídea e vejam se parece de verdade ou não.

Comparação entre Dendrobium thyrsiflorum e Pinha

Como cultivar Dendrobium thyrsiflorum

Esse Dendrobium é uma orquídea epífita, ou seja, vive aderida aos troncos de árvore.

O habitat natural é um pouco úmido, por isso, bastante cuidado com a irrigação!

Como Irrigar o Dendrobium thyrsiflorum?

Não deixe faltar água para essa planta. Apesar dela tolerar um pouquinho de seca, ela se desenvolve muito melhor e fica muito mais bonita quando irrigada com frequência.

Lembre-se que encharcar a planta pode causar a morte dela. Por isso, o método correto de irrigá-la é esperar o substrato estar quase seco, para efetuar nova irrigação.

Importante:

Não vejam apenas a superfície do substrato, enfiem o dedo e vejam se a parte mediana do substrato está úmida ou não.

umidade no substrato

O substrato na superfície seca muito mais rápido, então se levar em consideração apenas o que está na superfície, você vai acabar matando a planta por excesso de água.

Com a correta irrigação, os bulbos de suas plantas ficarão gordinhos e saudáveis e darão lindas florações.

Qual substrato utilizar no Dendrobium thyrsiflorum?

Com tudo isso, um substrato que tenha um elemento que retenha umidade é essencial para essa planta.

Utilize uma mistura de casca de pinus, carvão vegetal e esfagno ou coxim de coco.

Obs: Temos esfagno em nossa loja virtual! 😉
Acesse: Loja virtual

esfagno chileno

Se for plantar em casca de árvore ou troncos de madeira, use um pouco de esfagno e irrigue mais vezes, já que nesse ambiente a planta fica mais seca.

O local mais comum de ser plantada é em cachepôs de madeira, aconselho esse local e não cascas de árvores, porque essa planta tem a capacidade de desenvolver muitos bulbos bulbos e precisará de um espaço um pouco maior para crescer.

Segredos para fazer o Dendrobium thyrsiflorum florir

Especificamente esse Dendrobium deve-se fazer o estresse hídrico.

O estresse hídrico é a redução drástica nas irrigações assim que as temperaturas começarem a cair, do final do outono ao inverno.

Neste período, não faça adubações em suas plantas.

O fornecimento de água deve ser mínimo, apenas para evitar que os pseudobulbos da orquídea sequem de forma exagerada.

No início da primavera, assim que as hastes florais começarem a surgir, as regas podem voltar ao normal.

Em alguns locais mais quentes, as pessoas podem ter problemas ao fazer essa orquídea florir, isso é devido ao fato do Dendrobium thyrsiflorum precisar passar por uma espécie de choque térmico entre as estações do ano.

Iluminação Ideal do Dendrobium thyrsiflorum

Iluminação sempre de forma indireta, e muito abundante.

Sombreamento em torno de 40 a 50% é o ideal.

Flores do Dendrobium thyrsiflorum

As flores duram 6 dias apenas, então aproveitem quando sua planta florir e tire bastante fotos.

Dendrobium thyrsiflorum

Onde comprar?

Essa planta está disponível para venda pela Jemima Cabral, administradora do grupo do facebook Orquidiolandia Brasil.

Conclusão

Através desse artigo você aprendeu as técnicas do correto cultivo do Dendrobium thyrsiflorum.

É uma planta que aprecia a umidade e necessita de um estresse hídrico para florir.

O outro tipo de estresse citado, é mais difícil de ocorrer e de se imitar, já que não depende de nós.

As próprias estações do ano se encarregam de faze-lo com perfeição, mas é um entrave para quem mora em locais muito quente no Norte/Nordeste brasileiro.

*Foto da capa: Rodrigo Machado

Comentários

Deixe uma resposta