Pontuação dos leitores
[Total: 2 Média: 5]

A azulzinha é uma das plantas mais charmosas para ter em seu jardim, em uma jardineira na janela, em um vaso grande na varanda ou como forragem em seu jardim, suas flores azuis e delicadas dão um aspecto muito especial ao ambiente.

O melhor de tudo é que essa planta é super fácil de ser cultivada, tem um cultivo bem básico por ser uma planta mais rústica.

Mas não deixe de ver as dicas desse artigo, tenho certeza que não vai se arrepender.

Origem

A planta azulzinha possui o nome científico Evolvulus glomeratus.

Essa espécie ocorre por todo território brasileiro, sendo conhecida por diversos nomes populares como o melhoral, azulão, evólvulo ou sete-sangrias.

É uma planta nativa da América do Sul, e pode ser encontrada no Paraguai, Brasil, Guiana, Venezuela, Bolívia, Argentina e Uruguai.

No Brasil podemos observá-la nesses locais:

Norte (Acre, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima)
Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe)
Centro Oeste (Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso)
Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo)
Sul (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina)

Os biomas onde a planta pode ser encontrada são Floresta Amazônica, Caatinga, Savana Central Brasileira, Mata Atlântica, Pampa.

Características gerais da planta

É uma planta herbácea arbustiva ou subarbusto prostrado a semi-prostado, de 15 a 30 cm de altura.

azulzinha em torno de árvore
Fonte: cabopc

Os ramos são eretos e delgados, desenvolve muitas gemas axilares que formam um ramo muito curto, as folhas são concentradas no ápice dos galhos. Essa planta possui uma ampla variação na morfologia das folhas, e também variações na densidade das flores, sua inflorescência tem coloração azul.

A planta melhoral possui uma penugem esbranquiçada em suas folhas.

Como cuidar da azulzinha?

Por ser uma planta bem rústica, a azulzinha é facilmente cultivada, ela aceita diversos tipos de climas e microclimas.

Porém, é importante que saiba que apesar da rusticidade essa cobertura vegetal não aceita pisoteio nem à falta de água.

Iluminação ideal para cultivo

A iluminação deve ser abundante, ou seja, cultive-as em sol pleno ou no máximo com um sombreamento parcial em parte do dia.

O Ideal é que a planta tenha mais de 6 horas de iluminação direta por dia.

Como regar azulzinha?

Essa planta exige regas moderadas, isso quer dizer que você deve verificar se o solo está seco antes de efetuar nova irrigação, geralmente esse tempo é de 2 vezes por semana.

Não se esqueça que o excesso de água pode fazer com que sua planta dê menos flores, por isso nunca deixe o solo úmido por longos períodos.

Local para cultivo

São diversos os locais que a azulzinha pode ser cultivada, em canteiros, jardins, vasos ou jardineiras.

É importante dizer que nos jardins e canteiros elas dão um aspecto de forragem.

Se a cultivar em seu jardim é necessário fazer a preparação da terra. Explico sobre isso no tópico seguinte.

jardim com azulzinhas
Fonte: cultivar413

Vaso grande com azulzinhas
Azulzinha em vasos
Fonte: LIVING… MAEDEANS STYLE

Solo ideal para cultivo

Apesar de ser uma planta que consegue se adaptar a solos ruins e pobres em nutrientes, o ideal é que não a cultive nesses locais.

Por isso, utilize uma terra com bastante matéria orgânica ou prepare o solo de plantio, independente se a for cultivar em vasos ou no jardim.

Em vasos, utilize uma terra vegetal de boa qualidade ou adube com bokashi ou esterco.

No jardim, faça uma cova de aproximadamente 20 cm e misture na terra que retirou algum adubo orgânico.

Você pode utilizar o adubo orgânico Bokashi ou esterco com um pouco de farinha de ossos.

Qual a época de floração da Azulzinha?

O período de floração dessa planta é muito extenso e pode-se observar flores em todos os meses do ano. Porém, os meses com maior número de flores são os meses de novembro, outubro e agosto.

flores da azulzinha
Fonte: KCDFoto

Esses messes com maior número de flores está diretamente ligado com menores índices de
precipitação pluviométrica (menor período de chuvas).

Curiosidade: Embora as flores durem apenas um dia, abrindo de manhã e fechando no entardecer, a planta as produz constantemente.

Quais são as propriedades medicinais da azulzinha?

A colheita das folhas para utilização medicinal deve ser realizada em ramos que não se encontram em período de floração e frutificação, devido conter uma menor quantidade de princípio ativo.

Essa planta também é chamada de melhoral, devido as suas propriedades medicinais como antitérmico e para dores corporais.

Como tirar mudas da Azulzinha?

A propagação da azulzinha é bem fácil de fazer, ela possui uma taxa de sucesso muito grande quando feita através de estacas.

Antes de tirar a estaca, separe algum recipiente, seja um saquinho de plantar, um pote de sorvete, uma garrafa pet cortada ou um vasinho mesmo, mas não escolha um recipiente muito pequeno, as estacas vão precisar ficar pelo menos 5 cm enterradas no substrato.

E por falar em substrato, utilize o mesmo citado nesse artigo, na parte do “Solo ideal para cultivo da azulzinha”. Lembre-se sempre de fazer uma pequena camada de drenagem no fundo do vaso, juntamente com furos de drenagem.

Corte uma estaca de aproximadamente 15 a 20 cm e retire as folhas da parte de baixo. Não é necessário retirar muitas delas, apenas da parte que ficará enterrada no solo.

Deixe as estacas protegidas do sol direto e irrigue todos os dias.

Cores e tipos de Azulzinhas

O gênero Evolvulus possui diversas espécies, o azul não é a única cor que esse gênero possui. Veja abaixo algumas outras cores e espécies dessa planta.

Evolvulus alsinoides

Foto da Evolvulus alsinoides
Fonte: Miguel Gonzáles Botelho iNaturalist

Evolvulus sericeus

Evolvulus sericeus com flor única de cor branca
Fonte: Pablo L Ruiz
Detalhe da flor branca da Evolvulus sericeus
Fonte: iNaturalist

Evolvulus convolvuloides

Flor daarroxeada da Evolvulus convolvuloides
Fonte: Wayne Fidler

Evolvulus arizonicus  

Flores da Evolvulus arizonicus  roxo claro
Fonte: refren 

Evolvulus tenuis

Evolvulus nuttallianus

Evolvulus nuttallianus com flores roxinhas e bem pequenas
Fonte: James Hoskins

Evolvulus rotundifolius

Evolvulus prostratus

Evolvulus prostratus com uma flor branca
Fonte: Ignacio Torres García

Evolvulus nummularius

Evolvulus nummularius com uma flor branca e com os estames aparecendo
Fonte: 葉子

Veja mais fotos dessa planta linda e delicada

1) Azulzinha no vaso

2) Azulzinha enfeitando a sala

Azulzinha enfeitando a sala
Fonte: PlantVine

3) Jardineira com Azulzinha

Jardineira com Azulzinha
Fonte: Fast Growing Trees

4) Jardineira no muro com a planta azulzinha

Jardineira no muro com a planta azulzinha
Fonte: Brighter Blooms

5) Vasinho pendurado com Azulzinha

Vasinho pendurado com Azulzinha
Fonte: GardenTags

6) Vaso grande com azulzinha

Vaso grande com azulzinha
Fonte: Dave’s Garden

7) Vaso grande com azulzinha

Vaso grande com azulzinha
Fonte: Dave’s Garden

8) Canteiro com Azulzinhas

Canteiro com Azulzinhas
Fonte: Prairie Blossom Nursery

9) Forração com azulzinha

Forração com azulzinha
Fonte: GDI NURSERY AND LANDSCAPING

10) Azulzinha no jardim

Azulzinha no jardim
Fonte: tanetahi

11) Espécie crescendo em ambientes rochosos

12) Evolvulus glomeratus crescendo em locais apertados e rústicos

13) Evolvulus glomeratus crescendo isolada

Evolvulus glomeratus crescendo isolada
Fonte: bossamama

14) Flor da azulzinha em detalhes

Conclusão

Nesse artigo você aprendeu todos os cuidados que deve ter com suas Evolvulus glomeratus, mais conhecida como azulzinha.

Apesar do nome, a cor azul não é a única que o gênero possui, há espécies de flores brancas, diferentes tonalidades de azul, arroxeadas ou um azul bem clarinho.

A principal característica dessa planta é o seu crescimento rasteiro, como uma forrageira, formando um tapete cheio de flores.

Dê especial atenção para a luminosidade dessa planta, permitindo que ela tenha plena iluminação ou no mínimo 6 horas de luz direta por dia.

Outro importante aspecto no cultivo é a umidade, se faltar é prejudicial, porém o excesso pode fazer com que a planta desenvolva menos flores.

Foto capa: Woliul Hasan

Participe do Grupo do Telegram 1
42 Shares:

Deixe uma resposta

Você também pode gostar: