Pontuação dos leitores
[Total: 2 Média: 5]

As minirrosas foram criadas através da seleção de espécies, com isso, criou-se plantas que permanecem pequenas em tamanho.

Tanto o tamanho da planta, quanto o tamanho das flores das minirrosas são te tamanho menor do que as da planta padrão.

As roseiras miniaturas podem chegar a aproximadamente 60 cm de tamanho, diferente do padrão cuja maior roseira do mundo tem mais de 5 metros e a com maior dossel existe desde 1885 e tem 465 metros quadrados.

Origem

As rosas em miniatura são cultivadas desde o século 17, mas a maioria se originou através de mutações genéticas que foram aperfeiçoadas e selecionadas para virarem o que conhecemos hoje.

Não se sabe a origem exata nas minirrosas, porém alguns pesquisadores acreditam que a mutação surgiu primeiramente na China.

Alguns especialistas afirmam que elas são descendentes da rosa nativa chinesa, Rosa chinensis ‘Minima’.

origem minirrosa
Rosa chinensis ‘Minima’
Fonte: 姫野ばら園 八ヶ岳農場

Na história, as minirrosas foram e voltaram. No início dos anos 1700, as rosas em miniatura tornaram-se populares na Ásia e na Europa, onde eram vendidas nas bancas do mercado como vasos de plantas e logo depois desapareceram por um tempo.

Depois, no início de 1800, as miniaturas tiveram um retorno à moda na paisagem dos jardins e desapareceram novamente.

Ela foi redescoberta crescendo em uma jardineira na janela por um homem chamado Roulet na Suíça, por volta de 1919. A rosa em miniatura foi rebatizada de Rouletii em homenagem ao seu descobridor.

Minirrosa Rouletii Coolplants
Minirrosa ‘Rouletii’
Fonte: Coolplants
image

Como cuidar de minirrosas

Atualmente existem centenas de espécies de minirrosas, há alguns cuidados muito parecidos com as roseiras tradicionais, mas há algumas diferenças.

As raízes das minirrosas são menores e mais finas, por isso tome muito cuidado ao manuseá-las.

minirrosa no vaso
Fonte: ladyof5151

Luminosidade

Assim como as rosas padrão, as minis também necessitam de muita luminosidade, de preferência sol pleno.

Muita gente imagina que por serem mais delicadas e aparentarem serem frágeis que não podem ser deixadas em sol pleno, mas isso é um mito. Apesar de tolerarem algum sombreamento, esse não deve ser por longos períodos.

A iluminação é essencial para evitar doenças em suas plantas, e fazer com que elas floresçam com maior número de flores, por isso suas minirrosas devem ter entre 6 a 8 horas de sol.

Minirrosa no vaso 2
Fonte: Daralee’s Web World photos

Por precisar de bastante iluminação e apesar de ser excelente plantada em vasos, muitas pessoas reclamam quando cultivam as minirrosas dentro de casa, por esse motivo, prefira cultivá-las em seu jardim, em sol pleno.

Como fazer substrato para mini rosas?

O solo para cultivo de minirroseiras deve possuir bastante matéria orgânica. Se seu jardim não possuir uma terra de boa qualidade, aproximadamente 20 dias antes de plantar a muda de minirrosa, prepare o solo utilizando um pouco de farinha de osso e calcário ou outros.

A quantidade de adubo utilizado na cova de plantio dependerá do tipo de adubo utilizado:

– Bokashi: 300 gramas por cova, misturado na terra de cobertura;

– Esterco de curral: 8 litros;

– Esterco de galinha: 2 litros.

Porém, se utilizar qualquer tipo de esterco, é necessário a aplicação de 100 gramas de farinha de osso.

Utilizando o bokashi você já estará suprindo todas as necessidades da planta, visto que esse adubo além de possuir todos os nutrientes necessários melhora a qualidade do solo com o tempo.

Caso não queira ter o trabalho de preparar a terra, compre uma de boa qualidade, como a terra vegetal.

Temperatura

A temperatura de quase todo o território brasileiro é ideal para o cultivo das minirrosas, porém é importante dizer que nas regiões mais frias do Sul as pessoas podem ter alguma dificuldade de cultivá-la.

Adubação para minirrosas

Essas plantas podem ficar longos períodos floridas, por isso necessitam de um solo rico em nutrientes, visto que as roseiras absorvem muitos nutrientes para florescerem.

Por isso, adube sua planta sempre que as florações terminarem ou mantenha um solo rico em matéria orgânica através do uso de adubos orgânicos como o bokashi, humus de minhoca, esterco.

Como fazer minirrosas florescerem?

As roseiras em miniatura começam o seu período de floração no meio da primavera e continuam até o início do outono (embora algumas floresçam o ano todo se as condições forem adequadas). 

Para florescer, as rosas devem ter pelo menos seis horas de sol por dia, bem como um solo rico em nutrientes.

Há algumas variedades que possuem florações contínuas (como ‘Fairy Moss’ e ‘Lemon Drift), para que essas plantas possam permanecer florindo, elimine todas as flores que murcharem evitando assim que criem sementes e parem de florescer.

Quantas vezes regar as minirrosas?

Geralmente essas plantas precisam ser irrigadas a cada 3 dias aproximadamente, mas a frequência de regas é diretamente afetada por vários fatores, como a temperatura do dia, o tipo de solo, a umidade do ar, o local onde a planta será plantada (no jardim ou em vasos) e vários outros.

Rega minirosas 1

O mais indicado é que sinta a umidade do solo antes de molhar sua planta, coloque o seu dedo dentro da terra a 3 a 4 cm de profundidade, se sentir que o solo está seco significa que a planta precisa de água.

Regue até que saia pelos furos de drenagem. O solo para vasos deve ser mantido uniformemente úmido, nunca encharcado, pois isso impede que o ar fresco externo penetre na zona próximas das raízes.

Como plantar minirrosa

Para plantar essas roseiras é muito simples e não é muito diferente de nenhuma outra planta. E sim, você pode plantá-la no chão, no jardim de sua casa.

Passo 1 – Escolha do local

Escolha um local de bastante incidência de luz solar em seu jardim. Um sombreamento parcial por algumas horas é permitido, mas o local deve incidir luz no mínimo por 6 horas.

Minirrosa Amber Sunblaze fuzzyjay
Minirrosa ‘Amber Sunblaze’
Fonte: fuzzyjay

Passo 2 – Preparar o local de plantio

É muito importante que faça uma cova de plantio maior do que o vaso onde a planta está, eu recomendo que faça uma cova de aproximadamente 35 cm de profundidade e que descompacte toda a terra superficial em volta da cova (Basta bater com a enxada ao redor).

Preparo do solo
Fonte: The spruce

Caso sua minirrosa esteja em um vaso grande, sua cova de plantio deve ser maior que o vaso, sendo assim, faça uma cova de aproximadamente 5 a 10 cm maior.

Não utilize a terra da cova sem antes prepará-la, siga os passos onde eu expliquei sobre o preparo do solo nesse mesmo artigo.

Caso seja de sua preferência compre uma terra vegetal de qualidade.

Passo 3 – Colocar a planta e preencher com terra

Local escolhido, terra preparada agora basta que retire a mudinha do vaso, sem a necessidade de retirar a terra que ela estava anteriormente e posicione a planta no centro da cova.

Preencha com a terra preparada ou com a nova terra.

Plantio minirrosas 1
Fonte: The spruce

Como podar minirrosas?

Geralmente as minirrosas não precisam de muita poda, mas aqui vai algumas dicas para você ter sua planta sempre bonita e vistosa.

  • Retire os caules mortos, com doença ou danificados. Os caules saudáveis são verdes, alaranjados ou avermelhados. Já os caules mortos são secos de cor preta, cinza ou marrom escuro.
Poda minirroseira

  • Retire os caules secundários que se cruzam no meio da planta. Com os ventos eles se esfregam e causam feridas no caule, além de formarem menos flores.
Poda galhos no meio 2
  • Procure sempre uma poda que deixe o meio da planta livre de galhos e folhas para que a luz solar possa entrar dentro da planta e proporcionar maior arejamento, evitando com isso pragas e doenças

Tipos de Minirrosas

Assim como as rosas tradicionais, pode-se dividir as minirrosas de acordo com o ciclo de vida e ao hábito de crescimento

Trepadeiras

São aquelas que crescem na vertical e podem direcionadas através de suportes. Apesar de lá no início eu dizer que as minirrosas chegam a uma altura máxima de 60 cm, a roseira trepadeira pode alcançar maior tamanho.

Isso porque a única coisa “mini” nessa roseira são as flores.

Exemplo: Minirrosa ‘Jeanne Lajoie’

Cascata

Como o próprio nome sugere, esse tipo de roseira se caracteriza pelo crescimento em forma de cascata, ou seja, a planta à medida que cresce vai caindo e ficando pendurada.

É um ótimo tipo para se plantar em vasos pendurados, formando uma cascata de flores majestosas.

Exemplo: Minirrosa ‘Green Ice’

Minirrosa Green Ice The National Gardening Association
Fonte: The National Gardening Association

Micro mini

Esse é o menor tipo de minirrosa, cresce apenas de 15 a 30 cm.

Exemplo: Minirrosa “Bambino”

Conheça outros tipos e cores de minirrosas

Minirrosa cor de rosa

Pink Miniature Rose Svetty
Fonte: Svetty

Pink Miniature Rose mamako7070
Fonte: mamako7070

Pink Miniature Rose fuzzyjay
Fonte: fuzzyjay (flickr)

Minirrosa amarela

Minirrosa amarela fuzzyjay
Fonte: fuzzyjay (flickr)
Minirrosa amarela Tytteli
Fonte: Tytteli (Flickr)

Minirrosa vermelha

Minirrosa vermelha Sally flickr
Fonte: Sally (Flickr)

Minirrosa branca

Minirrosa branca rkquay flickr
Fonte: rkquay (flickr)

Minirrosas coloridas (duas ou mais cores)

Minirrosa colorida 3Sue Flickr
Fonte: Sue

Minirrosa colorida Madeleine
Fonte: Madeleine

Minirrosa colorida Brian Valentine
Fonte: Brian Valentine

Minirrosa Vinho

Minirrosa Black Jade Ms Pollenpuff
Fonte: Ms Pollenpuff

Minirrosa Little Flirt

Minirrosa Little Flirt David Austin Roses
Fonte: David Austin Roses

Perguntas e Respostas

Que tamanho fica a mini rosa?

As roseiras miniaturas podem chegar a aproximadamente 60 cm de tamanho, diferente do padrão onde a maior roseira do mundo tem mais de 5 metros e a com maior dossel existe desde 1885 e tem 465 metros quadrados.

Porque minha roseira está secando?

Sua minirrosa pode secar por alguns motivos, os principais são a falta de regas, pragas, doenças e inclusive falta de nutrientes.

Portanto é muito importante que siga as recomendações descritas nesse artigo, para evitar esse problema.

Minirrosa gosta de sol?

Sim, as minirrosas necessitam de 6 a 8 horas de sol por dia. Como mencionado anteriormente, a iluminação é fator essencial para florações e sobrevivência de sua planta.

São plantas rústicas apesar de seu tamanho e apreciam o sol direto. Não deixar a planta sombreada.

Pode molhar as folhas da minirrosa?

Sim, não há problema algum em molhar as folhas da sua minirrosa. Porém, se a planta estiver quente é importante que você não as molhe, nem as folhas nem a planta. A alta temperatura na planta em contato com a água pode “cozinhar” as folhas da planta, que são muito delicadas.

Pode plantar minirrosa no chão?

Para plantar essas roseiras é muito simples e não é muito diferente de nenhuma outra planta. E sim, você pode plantá-la no chão, no jardim de sua casa. Siga os passos descritos na preparação do solo para preparar a terra corretamente.

Conclusão

Nesse artigo você aprendeu tudo sobre como cuidar das minirrosas da forma mais correta possível.

É muito importante que você se atente às necessidades básicas da planta descritas no artigo, principalmente em relação a iluminação.

As minirrosas são plantas que necessitam no mínimo de 6 horas de iluminação, por isso muitas vezes quando colocada dentro de casa a roseira morre.

Seguindo todas as dicas descritas, você será capaz de cultivar lindas minirroseiras por longos períodos.

Foto da capa: xLimited.Editionx

Participe do Grupo do Telegram 1
48 Shares:

Deixe uma resposta

Você também pode gostar: