Rosas: Tudo sobre cultivo, tipos, cores, como fazer a poda

Pontuação dos leitores
[Total: 4 Média: 4]

As rosas, sem dúvida, são as flores favoritas em todas as partes do mundo em que o clima permite seu cultivo.

Suas várias cores e tamanhos encantam qualquer pessoa. Dentre essas cores, existe um boato da existência da rosa arco-íris. Será que ela é real?

Rosa arco-íris
Rosa arco-íris

Nesse artigo você vai descobrir de uma vez por todas se essa história é fictícia ou não, vai aprender a cultivá-las, descobrir os tipos e cores, além de aprender a fazer mudas.

Continue a leitura para aprender tudo sobre as rosas.

Índice hide

Origem das rosas

Acredita-se que as rosas são plantas asiáticas, oriundas de países como Japão, China, Coréia e outros.

A rosa é uma das plantas mais antigas que se têm notícias, desde a época dos gregos e romanos até os dias atuais, as rosas simbolizam amor e beleza.

Veja um exemplo de rosa selvagem, tida como a antepassada das outras espécies:

rosa brava ou rosa canina
Rosa brava: Espécie primária das rosas

Acredita-se que esse significado tenha vindo da Cleópatra, no momento em que ela cobriu o chão de seu boudoir (um tipo de quarto privado das mulheres de alta classe e da realeza) com montes de pétalas de rosa para seduzir Marco Antônio.

Poetas do século 13 retratavam a “amada senhora” pela figura de uma rosa.

Alguns sites na internet relacionam a imagem abaixo como sendo de um fóssil de rosa, encontrado em Colorado:

Fóssil de Florissantia quilchenensis
Florissantia quilchenensis

Porém isso não corresponde a um fóssil de rosa, a planta de nome Florissantia quilchenensis é uma espécie extinta da família Malvaceae, família essa que possui o hibisco, o cacaueiro, a paineira como alguns dos representantes.

Cores de rosas

Dentre as várias cores de rosas existentes, conheça as mais conhecidas delas.

Rosas alaranjadas

Rosa alaranjada

Rosas amarelas

rosa amarela

Rosas cor de rosa

rosa cor de rosa

Rosas Brancas

rosa branca

Rosas Vermelhas

rosa vermelha

Rosas mescladas

rosa mesclada, branco com vermelho

rosa mesclada, amarelo com vermelho

rosa mesclada, rosa com branco

Rosas: Tudo sobre cultivo, tipos, cores, como fazer a poda

rosa mesclada, roxo com branco

rosa mesclada

Como puderam ver as cores das rosas são variadas, inclusive as mescladas que possuem cores simplesmente incríveis.

Contudo, na internet há vários vendedores que vendem as “rosas arco-íris”. Será que ela realmente existe?

Rosa arco-íris

A rosa arco-íris é aquela com múltiplas cores. Como pode ver na imagem abaixo:

rosa arco-íris

Há muitas pessoas vendendo sementes dessa planta na internet, principalmente em sites como mercado livre, aliexpress e banggood.

Porém, as sementes que essas pessoas vendem são falsas. Não existe sementes de rosas com essa coloração tão variada.

A rosa arco-íris é uma planta de flores brancas que são coloridas artificialmente. Essa coloração artificial NÃO passa para as sementes, por isso, muito cuidado com sites que vendem esse tipo de sementes.

Quer aprender a colorir artificialmente suas rosas?

A coloração artificial das rosas é feita com corante alimentício. Além disso, é necessário ter em mãos uma rosa de cor branca, para que suas pétalas sejam tingidas.

Veja no vídeo abaixo como é feito:

Como é uma Roseira?

Quase todas as roseiras que vemos atualmente são de plantas híbridas, e híbridos bem antigos, onde se preocupou muito com os aspectos: tamanho, forma, cor, quantidade de flores e outros aspectos visuais.

As espécies nativas de roseiras possuem apenas 5 pétalas, bem diferentes das híbridas da atualidade.

rosa brava, ou rosa selvagem
Rosa selvagem

A roseira é uma planta arbustiva (algumas espécies são trepadeiras), perene (ciclo de vida longo), com crescimento ereto, caule lenhoso e normalmente espinhoso.

espinhos roseira
Detalhe das folhas modificadas, os espinhos

Os ramos basais (base) das roseiras são mais grossos, o que permite a produção de hastes florais para comercialização.

Veja abaixo um exemplo de rosa híbrida, as rosas mais conhecidas da atualidade:

como é uma roseira
Fonte: Pngwing

Abaixo você verá uma foto real de uma rosa híbrida:

rosa híbrida
Roseira híbrida

Como puderam ver, a diferença entre uma rosa nativa e uma híbrida é bem grande, mas cada uma possui seu charme.

Tipos de Rosas

Existem vários tipos de rosas e saber quais existem é muito importante para que você a cultive da maneira correta e planeje seu jardim da melhor forma possível.

Os tipos de rosas comentadas não serão em relação à espécie, mas sim quanto ao ciclo de vida e ao hábito de crescimento.

Rosas bravas ou Rosa canina

São rosas mais rústicas (selvagens) e mais antigas, não se parecem nada com as atuais, as híbridas.

Podem chegar a aproximadamente 5 metros, mas alcançam alturas maiores quando “escalam” árvores ou muros. As flores são geralmente rosa pálido, mas podem variar entre um rosa escuro e branco

Rosas bravas ou Rosa canina

Rosas arbustivas

É o tipo mais conhecido de rosa, são as que crescem como arbustos.

Comumente chegam a mais de 2 metros de altura e o crescimento desse tipo de planta é vertical.

Rosas Trepadeiras

Você não leu errado, eu também me surpreendi com esse fato.

Existem roseiras que podem ser usadas em pergolados e muros, veja que incrível:

rosa trepadeira
Fonte: David Austin

Rosas miniaturas (Mini Rosas)

Esse tipo de rosa chega a aproximadamente 50 cm. São muito usadas em vasos, jardineiras e na composição de bordaduras.

Mini rosa
Fonte: Ebay

Qual o tamanho de uma roseira?

As roseiras podem se desenvolver muito se todos os cuidados com as plantas forem tomados, cuidados esses que ensinarei logo mais.

A rosa mais alta do mundo

A maior roseira do mundo, em altura, possui 5 metros e 72 centímetros, e segundo reportagem é brasileira.

rosa mais alta do mundo
Foto: Paulo Paz

A rosa com maior dossel do mundo

Podemos também citar o maior arbusto de rosas, não é considerado a altura, mas sim o tamanho do dossel (resultado da sobreposição dos galhos e folhas das árvores).

maior rosa do mundo
Fonte: Expwithb

Acredite se quiser, o maior arbusto de rosas existe desde 1885, quando uma mulher da Escócia, chamada Mary, se mudou para Tombstone, Arizona.

A família dela, na Escócia, enviou uma caixa com vários bulbos e cortes de plantas para que ela plantasse nesse novo local.

Com isso, a roseira foi plantada atrás de um hotel, cuja dona era amiga de Mary.

Ethel Macia comprou o hotel em 1920, 35 anos depois da rosa ter sido plantada.

Ethel Macia
Fonte: Airbnb

Foi então que Ethel Macia teve a ideia de fazer uma espécie de caramanchão/pergolado, para dar suporte à planta, criando assim um pátio sombreado para os hóspedes do hotel.

Ethel Macia maior roseira
Ethel Macia, debaixo da Roseira, em 1954
Fonte: Tombstone Rose Tree

Em 1936 o Hotel foi renomeado para “The Rose Tree Inn” (Pousada da Roseira) e apesar de em 1954 o hotel ter virado uma residência particular, o pátio onde a roseira se encontra é aberto ao público.

Essa planta possui um dossel de aproximadamente 465 metros quadrados e floresce por 6 semanas, entre os meses de março a abril.

tronco roseira de 130 anos
Tronco da Roseira atualmente
Fonte: Tucson.com

Quer ver mais sobre essa maravilha? Assista ao vídeo abaixo (o vídeo está em inglês, mas dá para ver as imagens e entender de verdade o tamanho dessa planta).

Qual o tempo de vida de uma rosa?

Como já mencionado, as rosas são plantas perenes, ou seja, seu ciclo de vida é longo e a planta é capaz de viver por longos períodos.

Pelo tópico acima, você percebeu que existe espécie que pode viver por mais que 130 anos.

Como Cultivar Rosas

Apesar de serem originárias de regiões de clima temperado (média acima de 10 °C, nos meses mais quentes e entre -3 º e -18 °C, nos meses frios), a roseira pode ser cultivada em todas as partes do território brasileiro devido aos diversos cruzamentos que ela sofreu.

De forma geral, para que a planta se desenvolva de forma satisfatória e dê florações abundantes, elas precisam ser cultivadas em locais ensolarados e bem ventilados.

Temperatura ideal para as rosas

Apesar delas preferirem climas amenos, as roseiras podem ser cultivadas em diferentes temperaturas, do Amazonas ao Rio Grande do Sul.

Iluminação Ideal para cultivo

A luz ideal é o sol pleno para regiões não muito quentes, ou seja, você pode deixar a sua planta no jardim sem nenhum tipo de sombreamento.

Para regiões quentes, recomenda-se que a planta tenha algum tipo de sombreamento em uma parte do dia.

As roseiras precisam de 6 a 7 horas de sol diariamente.

Irrigação

As rosas gostam bastante de ter umidade, mas não toleram o encharcamento. Molhe de forma abundante e apenas irrigue novamente quando a água secar.

irrigar roseira
Fonte: Gardening Know How

Importante dizer que enquanto a planta é jovem, é necessário irrigar todos os dias.

A falta de água nas roseiras pode causar nas folhas manchas escuras nas margens, enrolamento e amarelecimentos.

Porém, esses sintomas de falta ou de excesso de água podem ser muito confusos, visto que outros fatores também causam tudo isso.

Segundo Behrend, em seu livro intitulado “Práticas de cultivos de rosas”, ele descreve outra dica muito importante para saber se o problema é relacionado a água:

CONDIÇÕES DE ÁGUA NO SOLORAÍZES VELHASRAÍZES NOVAS
Muito úmidoGrossas, macias, esponjosas, pouco ramificadas, com pouco ou apresentando círculos marrom-claro, sem pelos radiculares quando cortadas.Pouco ramificadas, com pouco ou sem pelos radiculares. 
Meio úmidoMarrom-claro, muito ramificadaLongas e brandas nos 8 a 10 cm da ponta.
SecoLongas, finas, marrom-escuroCurtas, frágeis, quebradiças, marrom-claro, atrofiadas.
Fonte: BEHREND (1975).

Preparo do Solo

O solo para cultivo de roseiras deve possuir bastante matéria orgânica. Se seu jardim não possuir uma terra de boa qualidade, aproximadamente 20 dias antes de plantar a muda de rosa, prepare o solo utilizando um pouco de farinha de osso e calcário ou outros adubos que mencionarei logo mais.

Faça uma cova de plantio de aproximadamente 40 cm x 40 cm x 40 cm.

preparo solo roseira
Fonte: The Spruce

A quantidade de adubo utilizado na cova de plantio dependerá do tipo de adubo utilizado:

– Bokashi: 500 gramas por cova, misturado na terra de cobertura;

– Esterco de curral: 20 litros;

– Esterco de galinha: 5 litros.

Porém, se utilizar qualquer tipo de esterco, é necessário a aplicação de 200 gramas de farinha de osso.

Utilizando o bokashi você já estará suprindo todas as necessidades da planta, visto que esse adubo além de possuir todos os nutrientes necessários melhora a qualidade do solo com o tempo.

Como cultivar rosas em vasos

Você que mora em um apartamento, uma casa sem muito espaço no jardim, ou até mesmo se propositalmente gostaria de ter essa planta em vasos, saiba que é possível.

Seja escolhendo a mini rosa ou a roseira híbrida normal, você consegue ter um cultivo satisfatório. Claro que para as híbridas você precisará de um vaso muito maior do que para as minis.

Os cuidados são os mesmos, terra de boa qualidade e uma camada de material drenante no fundo do vaso, para que não acumule água nas raízes.

A terra pode ser a mesma utilizada para as rosas do deserto, encontrada facilmente em floriculturas e casas agropecuárias.

Como podar rosas

Ao contrário do que parece, as rosas não precisam de muitas podas, principalmente no cultivo amador (não comercial).

As rosas são plantas bastante resistentes e por isso, mesmo que você não siga ao pé da letra as “regras de poda”, as plantas vão se desenvolver normalmente e a poda equivocada não será notada.

As podas podem ser diferenciadas basicamente em 4 tipos:

Poda de formação: essa poda é para dar forma à planta, ocasionando futuramente maior produtividade e de condições adequadas de aeração.

Poda de limpeza: elimina partes mortas e desnecessárias que podem comprometer o desenvolvimento da planta.

Poda de produção: visa conduzir a planta de modo a obter alta produtividade e uniformidade.

Poda drástica: geralmente feita em plantas mais velhas, tem a função de revitalizar a planta. Essa poda é geralmente feita no inverno.

poda drástica roseira
Poda drástica
Fonte: Otago Daily Times

Cuidado fundamental para podar roseiras

O maior cuidado que se deve ter é em relação ao local do corte no ramo.

Não se pode podar nem muito acima da gema nem muito próximo dela.

como podar roseiras
Fonte: Marin Rose Society

Procure realizar podas à 0,5 cm da gema, esta distância proporciona uma boa área de cicatrização sem prejudicar a gema e proporciona um maior estímulo à brotação.

Dicas Gerais para podar roseiras

1) Retire todas as partes secas e mortas da planta, caules secos devem ser cortados na base.

2) Remova os ramos secundários que crescem para o interior da planta.

3) Ponteiros de ramos mestres que geraram apenas brotos fracos devem ser cortados.

4) Elimine todos os ramos malformados

5) Apare os ramos saudáveis para que a roseira fique mais volumosa e dê mais flores.

Como este é um assunto onde se aprende melhor visualizando a poda na prática, separei alguns vídeos especiais sobre o tema, para que vejam a poda de forma correta.

Apesar de cada vídeo ensinar uma forma um pouco diferente, todos os jeitos estão corretos.

No vídeo abaixo você verá um Engenheiro Agrônomo de Portugal ensinando sobre a poda, por isso o sotaque diferente.

No próximo vídeo, um produtor de rosas te ensinará a podar rosas, como ele mesmo faz na propriedade dele:

Como recuperar rosas morrendo

A recuperação da roseira está diretamente ligada ao assunto anterior: podas.

A recuperação de um pé de rosa, em 99% dos casos, passa por um processo de poda.

Geralmente o problema está relacionado a alguma podridão no caule, seja causada por uma praga seja causada por uma doença.

Deve-se retirar toda a parte morta da roseira, para que o problema pare de se espalhar, além disso, recomendo a utilização da calda Viçosa, um fungicida orgânico muito efetivo.

No vídeo abaixo, Sergio ensina um pouco mais sobre podas e na última parte do vídeo ele conta um pouco sobre como retirar as partes mortas do caule.

Propagação de rosas

As roseiras podem se propagar através de sementes, estacas, enxerto ou corte de raízes.

O método de propagação via sementes é o menos utilizado, visto que é necessário um longo período até que a planta comece a florir. Já o método por estaquia é o mais difundido e utilizado.

Há também a enxertia, o interessante dessa técnica é que você pode até mesmo ter diferentes cores de rosas em uma planta só.

A produção de rosas a nível comercial ou mesmo no cultivo caseiro para jardins, são muito propagadas através da enxertia.

Fazer enxerto é algo que algumas pessoas podem achar um pouco mais complexo, por isso, nesse artigo não darei muito destaque ao assunto, visto que há métodos mais fáceis.

Para que tenha uma pequena noção do que seja, vou explicar um pouco sobre isso.

O que é a enxertia?

Enxertia é uma técnica que junta partes da planta para formar uma só. Eu chamo esse método de Frankenstein. hehe

Você deve saber dois significados, enxerto e o porta-enxerto.

  • Porta-enxerto: também chamado de cavalo, será a parte inferior da planta. É no cavalo que o cavaleiro vai, ou seja, será no porta enxerto que a outra planta crescerá.
  • Enxerto: também chamada de copa ou cavaleiro, é a plantinha que crescerá no porta-enxerto.
como fazer enxertia rosas
Fonte da imagem: WikiHow

No víeo abaixo há um exemplo de enxertia na prática:

Como plantar uma rosa a partir do galho (estacas)?

Esse método de propagação além de muito utilizado é o mais fácil de fazer, porém o enraizamento não acontece em 100% das vezes. A dificuldade de enraizamento é intermediária, por isso você pode precisar de várias tentativas.

A dificuldade no enraizamento também depende da variedade escolhida, sendo as variedades rústica mais fáceis de se obter sucesso.

Quais ramos utilizar para as estacas?

Utilize ramos anteriores a aqueles que acabaram de florescer e que já estão bem maduros. Evite aqueles que já são muito grossos e lenhosos.

A melhor época para utilizar a estaquia é entre o inverno e início da primavera.

Passo a passo para plantar rosas por estacas

Agora que eu já te ensinei qual parte da planta utilizar, basta seguir o passo a passo.

– Corte estacas de 20 a 25 cm

Como já mencionado, escolha estacas que não estão muito lenhosas e evite também partes muito finas cujas folhas ainda estão avermelhadas.

– Retirar todas as folhas

Após cortar as estacas em um tamanho adequado, retire todas as folhas delas. Sim, não precisa ter dó.

retirando folhas das estacas de rosas
Fonte: Amateur gardening
retirar folhas roseiras

– Como fazer galho de rosa enraizar?

Não há fórmulas mágicas, mas a utilização de enraizadores pode melhorar muito a probabilidade das estacas enraizarem.

Você pode utilizar qualquer enraizador de sua preferência e inclusive pode utilizar a vitamina B1 (que contém tiamina), encontrada em farmácias.

  • Vitamina B1 líquida, cerca de 10 gotas por litro de água.
  • Vitamina B1 comprimido, dissolver 1 comprimido em 750 ml de água.

Deixe as estacas na solução por aproximadamente 8 horas.

– Plantar as estacas de rosa

Após a preparação das estacas, você deve enterrar a parte inferior delas no substrato, aproximadamente 6 cm de profundidade.

O substrato pode ser a areia grossa lavada, vermiculita ou alguma terra de boa qualidade.

Para o pegamento das estacas, não há problema colocá-las lado a lado dentro de um mesmo vasinho, mas depois será necessário colocá-las em locais separados.

estacas de roseiras
Fonte: Gardening & Landscaping Stack Exchange

Você também pode colocar cada estaca em um saquinho de terra ou caixinha de leite.

– Faça uma mini-estufa

Faça uma mini estufa utilizando um saco plástico transparente deixando o local todo fechado. Esse método ajuda no pegamento das estacas.

estufa para rosas
Fonte: The garden website

Algumas pessoas gostam de colocar garrafas pet, ou garrafas de vidro no lugar do saco plástico, sinceramente não sei dizer se há alguma diferença.

Acredito que com o saco plástico a umidade deva ficar por mais tempo dentro do micro ambiente, já que pelo segundo método existem furos de drenagem, por onde a umidade pode escapar e deixar o local mais seco.

mini estufa rosas
Fonte: The Art & Science of Gardening

– Onde colocar as estacas plantadas

Escolha um local onde há a incidência de luz de forma indireta, ou seja, apenas a claridade.

Além disso, escolha um local bem arejado, onde a temperatura não vá cozinhar as plantas.

Obs: Brotação de estacas não quer dizer pegamento

É muito comum após aproximadamente 2 semanas algumas estacas soltarem alguns brotos, porém isso não é sempre um bom sinal.

Quando há brotações em um curto período de tempo significa que ela ainda não desenvolveu nenhuma raiz, a energia que o broto está retirando para sua formação é a energia dentro da estaca.

Sem conseguir fazer fotossíntese de forma eficiente, e com o esgotamento da energia da estaca, ela acaba secando e morrendo.

Jardins com rosas

Para mostrar um pouco mais da beleza dessa planta, eu separei algumas ideias de usos para essas plantas encantadoras.

rosa trepadeira no jardim

jardim com rosas
Fonte: Public domain pictures

rosas brancas trepadeiras
Fonte: Wallpaper Abyss – Alpha Coders

rosas trepadeiras no jardim
Fonte: Komar

Jardim de rosas, Peninsula Park Rose Garden
Peninsula Park Rose Garden
Fonte: Reddit

rosas no jardim

roseiras na sacada

jardim de rosas
Fonte: Barefoot Cinema

Minhas rosas perderam as folhas, o que eu faço?

Antes de tudo é necessário verificar se não há nenhuma praga ou doença em sua planta. Porém, saiba que algumas variedades perdem as folhas durante o inverno.

Conclusão

Depois de ler esse artigo sobre rosas, você será capaz de cuidar de suas plantas por longos anos.

As rosas podem ser utilizadas de formas variadas, tanto as espécies trepadeiras quanto as espécies arbustivas. Espero que tenha se surpreendido tanto quanto eu ao descobrir que elas podem formas lindos pergolados.

Ensinei todos os cuidados básicos de cultivo, qual solo utilizar, como deve ser feita a irrigação, como a poda deve ser feita e também mostrei o passo a passo para propagar suas plantas através de estacas.

E no último tópico mostrei alguns exemplos de jardins com rosas, para que você possa se inspirar fazendo seu jardim.

E então? Gostaram do artigo? Deixe seu comentário abaixo e não se esqueça de compartilhar com seus amigos! 🙂
Participe do Grupo do Telegram 1Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta