5 Perigos da fertilização com água de arroz nas plantas

Pontuação dos leitores
[Total: 5 Média: 4.6]

Se você digitar “água de arroz plantas” no google você verá vários vídeos e sites prometendo resultados milagrosos ao utilizar essa “técnica”.

Ensinam a utilizar como enraizador e como fertilizante, mas será que isso é realmente verdade? Será que a água de arroz é um enraizador potente?

Continue a leitura para descobrir a verdade.

Origem dessa história

A ideia de se utilizar água de arroz em plantas não surgiu no Brasil, mas infelizmente não fui capaz de encontrar à origem.

Porém, depois de muito pesquisar estou pendendo a acreditar que veio de algum lugar da Indonésia, mas isso é apenas meu achismo, já que há mais artigos científicos vindos de lá.

água de arroz nas plantas
Água de Arroz

Fertilizar as plantas com essa água foi algo que criaram para REAPROVEITAR a água da lavagem do arroz, notem que eu coloquei a palavra reaproveitar em destaque e logo mais explico o porquê.

Há estudos sobre utilizar água de arroz nas plantas?

Saber se há estudos científicos sobre o assunto é o primeiro passo para saber se é verdade ou mito a utilização dessa água nas plantas.

Eu procurei em sites de várias línguas diferentes, português, inglês, espanhol, indonésio e até mesmo japonês e encontrei 7 artigos científicos sobre o assunto.

Os artigos científicos encontrados foram (mais abaixo eu explico o que cada um dos artigos concluiu):

  1. The effect of application of rice dishwater and manure as organic fertilizer to the growth of mustard.
  2. The Influence of Red Pigmented and White Rice Extract on Growth and Yield Lettuce (Lactuca sativa L.)
  3. Potential of rice waste water as organic fertilizer on Brassica Rapa L.
  4. Effect of Rice Washing Water on Growth and Yield of Purple Eggplant (Solanum Melongena L.)
  5. The influence of red rice water wash on growth vegetative pepper plant (Piper nigrum L.)
  6. Influence Of Brown Rice Water On Growth and Products Of Green Beans(Phaseolus radiatus L.) In Lebak Swamp Land)
  7. Effect of type and frequency of Leri spraying on the growth of orchid seedlings Phalaeonopsis sp.

Por isso, tudo que eu disser aqui está embasado no que a ciência sabe sobre isso até o presente momento, ok?

Mais à frente eu digo minha opinião sobre a utilização ou não dessa água de arroz e informo os perigos de utilizá-la.

Resultados dos Estudos Científicos

Alguns artigos científicos concluem que houve mudanças significativas nas plantas, outros que ocorreram mudanças pontuais, como por exemplo, que a utilização trouxe um resultado positivos nas raízes, mas não na parte vegetativa (na parte de cima).

Outro estudo porém, concluiu que não ocorreu nada significativo nas plantas.

Veja abaixo os resultados de cada um e anote o placar! 😉

Resultados de cada artigo em relação a utilização da água do arroz:

Importante frisar que todos os resultados foram uma tradução literal. Dentro dos artigos há várias outras informações explicando cada estudo, explicando a metodologia, vários deles utilizaram diferentes concentrações (diluições de água de arroz) e várias outras coisas.

No primeiro artigo os autores concluem que:

Baseado nos resultados do estudo , pode-se concluir que:

Não há interação significativa entre as concentrações das doses de água de arroz e da água com esterco no crescimento e na produção de mostardas.

A água de arroz não tem efeito significativo no tamanho das plantas e no número de folhas de mostarda.

No segundo artigo os autores concluem:

Regar com água de arroz aumenta a raiz da planta de alface, mas não aumenta o crescimento do dossel e o rendimento de alface.

A água de lavagem do arroz integral produz um crescimento que não é significativamente diferente da água de lavagem de arroz branco.

A água de lavagem do arroz não proporciona maiores crescimentos e rendimentos de alface.

No terceiro artigo os autores concluem:

A utilização de diferentes concentrações de água de arroz afetou o crescimento das plantas de nabo de 10 a 20 dias após o plantio. Porém a água de arroz não afetou o número de folhas.

Observou-se que a concentração não diluída de água de arroz trouxe melhores resultados.

No quarto artigo os autores concluem:

A água de arroz não trouxe efeitos no crescimento das plantas, mas afetou no peso das berinjelas.

A dosagem de água de arroz que trouxe melhor resultado no tamanho das berinjelas foi de 1000 ml.

No quinto artigo os autores concluem:

Irrigar com água de arroz castanho trouxe resultados significativos no crescimento de pimenta, que incluem número de folhas, peso molhado e seco.

A água de arroz castanho com concentração de 400ml/L trouxe resultados melhores no peso molhado e seco, além do maior número de folhas 15 dias e 30 dias após o plantio.

No sexto artigo os autores concluem (em indonésio):

O fornecimento de água de lavagem do arroz castanho mostra um efeito muito significativo em todos os parâmetros observacionais, como o número de ramos produtivos, o comprimento das vagens, o número de vagens, o peso seco das sementes por planta e a produtividade.

No sétimo artigo os autores concluem (em indonésio):

Vale ressaltar que esse é um artigo testado em orquídeas e o teste foi feito com diferentes tipos de arroz.

O resultado mostrou que o arroz integral do tipo local vermelho pulverizado uma vez a cada 4 dias obteve o melhor resultado em relação à altura da planta (4,08 e 3,89 mm), obteve também melhor resultado no comprimento das raízes (47,15 e 45,40 mm), peso fresco da parte superior da planta (895 e 896,67 mg) e também o peso total da planta (55 e 55,56 mg), ou seja, foi a melhor combinação para aumentar o crescimento das mudas de orquídeas após a aclimatação.

O placar?

Foram 3 artigos mostrando resultados significativos na utilização da água do arroz, 3 artigos com resultados “parciais” (afetou uma parte da planta, mas não outra) e apenas 1 artigo não mostrou resultado algum.

Foram diferentes plantas testadas nos artigos, mostarda, alface, orquídea Phalaenopsis, feijão verde, pimenta.

Devo usar água do arroz nas plantas?

Como puderam ver, há várias evidências científicas comprovando que utilizar água de arroz nas plantas traz benefícios, mesmo que muitas das vezes seja um benefício limitado.

Dados da FAO (Organização das Nações Unidas) mostram que lavar o arroz faz com que ele perca de 0,3% a 7% de proteína, de 4% a 26% de cálcio, de 1% a 47% de ferro, de 1% a 11% de zinco, de 4% a 47% de fósforo, de 5% a 41% de potássio (a variação é devido aos diferentes tipos de arroz existentes).

água de arroz suculentas
Aplicação água de arroz em suculentas

Segundo os pesquisadores Lestari da Universidade Muhammadiyah Surakarta (Indonésia), e Wardiah a água da lavagem do arroz contém vários substâncias usadas como fertilizantes para as plantas bem como alguns minerais, dentre eles o fósforo.

Esse mesmo pesquisador diz que nessa água há carboidratos, que são um meio para a formação da auxina e giberelina. Dois hormônios ligados ao crescimento de raízes e brotações.

Todos esses nutrientes vão para a água do arroz, sendo assim, irrigar as plantas utilizando essa água pode sim ajudar de alguma forma e se utilizado com cautela não trará problema algum para suas plantas.

E isso é provado e comprovado pelos estudos acima, alguns deles falam dessa riqueza de nutrientes na água do arroz.

Mas ao contrário do que pregam por aí, não é NADA milagroso, nada que fará suas plantas mostrarem resultados extraordinários.

Crítica sobre adubo de arroz

Ao contrário do que é mostrado na internet sou radicalmente contra utilizar o arroz triturado para fazer esse fertilizante.

Há algumas indicações/receitas na internet em que eles pegam uma medida de arroz, batem no liquidificador com água para fazê-lo.

Fazer isso vai contra exatamente o que foi proposto ao se estudar essa técnica, que é o do REAPROVEITAMENTO de algo que seria jogado fora.

Quando você utiliza arroz triturado você não está reaproveitando, você está desperdiçando comida e pode ter certeza de uma coisa, o fertilizante que fará não será melhor do que os adubos para orquídeas (e plantas no geral) feitos especialmente para elas.

Nenhum dos estudos científicos “fechou um diagnóstico”, ou seja, todos indicam que maiores investigações precisam ser feitas, mas já temos informações suficientes para dizer que é SIM benéfico.

Perigos da aplicação da água de arroz nas plantas

Como dito no artigo, a água do arroz possui vários nutrientes como nitrogênio, fósforo, potássio, ferro, magnésio, porém você sabe as quantidades desses nutrientes?

Dependendo da frequência, do tamanho do vaso e do tipo de terra você pode facilmente causar um desequilíbrio nutricional na planta e esse desequilíbrio desencadeará vários problemas.

Vou falar sobre alguns deles para que você tenha uma pequena ideia do que estou falando.

1) Prejudica absorção cálcio

Adubações com excesso de potássio reduzem a absorção de cálcio e magnésio pela planta. Como sabem a água de arroz possui potássio, portanto, cuidado.

2) Vulnerabilidade ao ataque de pragas e doenças

O excesso de nutrientes, principalmente os relacionados ao nitrogênio torna a planta mais vulnerável ao aparecimento de pragas e doenças. Portanto devemos ficar atentos, já que não sabemos a quantidade de nitrogênio essa água possui.

3) Crescimento prejudicado

Além disso, o excesso de nitrogênio pode causar um desbalanceamento no crescimento da planta, fazendo-a produzir muitos ramos e folhas e menos flores, frutos, tubérculos ou raízes tuberosas.

4) Fitotoxidez na planta

A quantidade de nutrientes em demasia pode causar fitotoxidez na planta, que é a toxidez por excesso de nutrientes.

5) Acidificação do solo

A utilização de soluções nutritivas, ou fertilizantes, pode resultar na acidificação do solo, causando a indisponibilidade de alguns nutrientes para as plantas.

Perguntas e respostas sobre água de arroz nas plantas

Como preparar água de arroz para orquídeas?

Como demonstrado nos artigos, nãos e deve preparar água de arroz para orquídeas.

Fertilizar as plantas com água do arroz é apenas para reaproveitar a água que seria despejada na pia, apenas lave o arroz normalmente e separe a água, não faça adubo triturando o arroz.

Água do arroz é um adubo enraizador?

Mais ou menos, a água do arroz possui vários nutrientes e também é cheia de carboidratos, que são um meio para a formação de hormônios ligados ao crescimento de raízes e brotações, porém não é um adubo enraizador especificamente.

Pode ajudar no desenvolvimento de raízes? Pode, visto que á água do arroz também possui vitamina B1 que é um estimulante de raízes e do metabolismo, mas é mais eficiente fazer um enraizador com macerados de tiririca, por exemplo, técnica já comprovada cientificamente ou então comprar um enraizador já pronto.

Quantas vezes por dia posso usar esse adubo?

Não se deve fertilizar plantas todos os dias, seja com adubo químico seja por um caseiro.

A fertilização pode acabar gerando um desequilíbrio dentro da planta e também gerando um excesso de sais no solo/substrato, prejudicando o crescimento da planta e do solo.

Conclusão

Com esse artigo eu te mostrei que vários artigos científicos comprovam que fertilizar as plantas com água de arroz é sim bom para elas, mesmo que esse benefício seja de forma parcial.

Também desmistifiquei o efeito milagroso que muita gente ensina e muita gente acredita.

Além disso dei minha opinião sobre o uso, utilizar para reaproveitar é algo bom, mas fazer o fertilizante triturando arroz é desperdício de comida.

Há alguns perigos na utilização, e deve-se ficar bem atento, pois é um líquido que as quantidades de nutrientes não são conhecidas e o uso frequente mais prejudicará do que ajudará.

Gostou do artigo? Compartilha! Me ajude a espalhar esse conhecimento! 🙂

Participe do Grupo do Telegram 1Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta