Como cultivar a orquídea bambu: Tudo o que precisa saber

Como cultivar a orquídea bambu: Tudo o que precisa saber
5 (100%) 6 vote[s]

A orquídea bambu apesar do nome, não é da família dos bambus e também não é uma “orquídea de bambu”.

Calma, há uma razão para receberem esse apelido e você conhecerá os motivos logo mais.

Não é uma planta difícil de ser cultivada e apesar disso, para que ela fique bonita e solte muitas flores você deve observar alguns fatores essenciais de seu cultivo.

Continue a leitura para aprender esses fatores.

Origem da orquídea bambu

O nome científico da orquídea bambu é Arundina graminifolia, também conhecida como como Arundina bambusifolia, Bletia graminifolia e Cymbidium bambusifolium.

O gênero Arundina foi criado em 1825 e possui espécie única.

É originária do sudeste asiático, regiões como sul da China, Malásia, Indonésia, Himalaia e Sri Lanka.

Por que é conhecida como orquídea bambu?

Apesar de não ter parentesco com os bambus, essa orquídea recebe esse nome porque seu caule e folhas parecem um bambu.

Seu nome científico e popular são devido a esse fato.

folhas orquídea bambu

Seu caule (pseudobulbo) é longo, com vários “gomos” e folhas finas.

Hábito da orquídea bambu

A orquídea bambu é uma planta terrestre, porém como eu disse no artigo Como plantar Orquídeas: 5 Erros que você não pode cometer se puder, evite plantar apenas na terra.

Até mesmo no jardim, ao plantá-la misture um pouco de substrato de epífita, como a casca de pinus ou carvão vegetal com a finalidade de fornecer maior aeração às raízes.

Como disse anteriormente, essa orquídea possui caules (pseudobulbos) finos e longos e também cada caule é subdividido em vários nós.

A planta emite novos caules durante todo ano e de sua lateral, formando touceiras.

Podem chegar até 2,5 metros no solo do jardim e até 1,5 metros se plantadas em vasos.

Como cultivar a orquídea bambu: Tudo o que precisa saber
Foto: Sylvio R. Pereira

Além disso consegue florescer o ano todo, com predominância no outono.

Um aspecto interessante da orquídea bambu é que ela não possui fases de desenvolvimento definidas, ou seja, pode-se encontrar todas as fases de desenvolvimento de uma só vez (crescimento de raízes, brotos novos floração).

Logo que o caule estiver completamente maduro (geralmente após sua floração), este começa a perder as folhas, ficar amarelado e morrer.

Informações sobre cultivo da orquídea bambu

A Arundina graminifolia possui um crescimento extremamente rápido, diferente da maioria das orquídeas.

Luminosidade da orquídea bambu

Sabem aquela planta que queima e fica menor se deixada debaixo do sol direto? Esse não é o caso dessa planta!

A orquídea bambu gosta de sol direto, assim quanto mais melhor.

Como cultivar a orquídea bambu: Tudo o que precisa saber

Com isso, através dessas informações você percebeu que a planta não gosta muito de locais frios, né?

As pessoas que moram no sul do Brasil podem não conseguir cultivar essa orquídea, ainda mais por ela não tolerar geadas.

Plantio da orquídea bambu

A orquídea bambu pode ser plantada em vasos ou diretamente no solo.

Antes do plantio no solo, revolva toda a região onde plantará as orquídeas.

Após o revolvimento da região você deve fazer uma cova de 50 cm de profundidade aproximadamente e colocar uma camada de material drenante.

Como por exemplo brita, carvão vegetal, casca de pinus.

Acrescente bokashi na terra de cobertura (terra que vai preencher a cova 1 kg por cova), misturando na terra é suficiente.

Espere alguns dias antes de efetuar o plantio.

Entretanto, se utilizar vasos para o plantio, use terra de boa qualidade e misture com um pouco de carvão vegetal ou casca de pinus.

Adubação da orquídea bambu

Utilize adubos orgânicos como o mencionado acima, bokashi e/ou adubos químicos.

Para quem não utiliza adubação química, adubos orgânicos são fundamentais para o bom desenvolvimento dessa orquídea.

O bokashi é uma ótima escolha. Veja maiores informações aqui: BOKASHI: O ADUBO ORGÂNICO QUE CURA O SOLO.

Na minha opinião, o melhor adubo químico para orquídeas é o da marca B&G orquídeas.

Você pode ver maiores informações sobre ele no artigo: Adubo para orquídeas: Conheça o melhor.

Irrigação da orquídea bambu

Apesar de ser uma planta muito rústica e de poucos cuidados, não devemos deixar que falte água.

Portanto, solo úmido é o essencial, porém não se pode deixá-lo ficar encharcado.

Floração da orquídea bambu

A orquídea bambu consegue florescer o ano todo e de forma muito precoce (conseguem florir com menos de 1 ano)

Suas flores chegam a ter aproximadamente 6 cm x 6 cm de tamanho. Suas flores surgem da haste floral que cresce do ápice do caule.

As hastes florais podem durar meses.

flor orquídea bambu

Entretanto as flores não se abrem todas de uma única vez, surgem de forma sequencial, ou seja, uma por vez e a duração de cada uma é de 3 dias.

Resumidamente, surge uma flor ela fica aberta durante 3 dias e morre. Na sequencia surge outra flor, mais 3 dias e morre e assim sucessivamente.

Multiplicação da orquídea bambu

A orquídea bambu pode se multiplicar principalmente de duas formas.

Brotações naturais

A própria planta costuma soltar brotações novas de sua base, formando touceiras. Assim, no futuro as touceiras podem ser divididas.

Como cultivar a orquídea bambu: Tudo o que precisa saber

Não há época para o entouceiramento, a orquídea bambu pode soltar brotações durante todo o ano.

Keikes

Se tem uma planta simples para soltar keikes é essa.

Keikes para quem não conhece, são mudinhas que surgem geralmente das hastes florais e do pseudobulbo (caule).

Como cultivar a orquídea bambu: Tudo o que precisa saber

Após as florações, o caule de onde surgiu a haste torna-se maduro e para de se desenvolver.

Com isso, geralmente da base da haste floral desse caule maduro, surgem os keikes.

Como cultivar a orquídea bambu: Tudo o que precisa saber

Essa é a principal forma de propagação da planta.

Assim, os keikes podem ser destacados do caule maduro, mas apenas após a base do keike estiver no formato arredondado e a película que protege o caule na base estiver seco.

mudas de arundina graminifolia

O formato arredondado da base indica que a planta acumulou água e nutrientes, portanto quanto mais inchado estiver o local, melhor e mais fácil será o enraizamento no futuro.

Os keikes conseguem sobreviver na natureza, porque o caule da orquídea bambu após formar os keikes, secam e tombam.

Com isso os keikes conseguem entrar em contato com o solo, enraizar e continuar seu ciclo de vida.

Cores da orquídea bambu

A Arundina graminifolia pode possuir diferentes tonalidades de cor.

Arundina graminifolia var. tipo (orquídea bambu lilás)

A cor lilás, também chamada de “tipo”, é a cor padrão, pode ser um pouco mais clara ou um pouco mais escura.

orquídea bambu tipo

Arundina graminifolia var. semi-alba

A variedade semi-alba da orquídea bambu possui pétalas e sépalas de cor branca e labelo de coloração lilás.

arundina graminifolia (orquidea bambu) semi alba
Foto: Daniela Franca

Arundina graminifolia var. alba (Orquídea bambu branca)

A variedade alba é a orquídea bambu cujas pétalas, sépalas e labelo possuem coloração toda branca.

Paisagismo

A orquídea Arundina é uma das plantas mais usadas quando o assunto é paisagismo.

Isso porque é fácil de cultivar e compõe os jardins de forma única. Assim, ela possui o seu valor no local.

A orquídea bambu no muro é uma das plantas mais utilizadas para enfeitar esse tipo de local.

orquídea bambu muro
Foto: Mariana Grassi

Veja alguns exemplo de como essa planta é utilizada para paisagismo:

Conclusão

Em resumo, a Arundina graminifolia (orquídea bambu) não é uma planta difícil de ser cultivada.

O cuidado principal será com a terra onde ela será plantada e essa deve ser de boa qualidade.

É também interessante efetuar uma adubação orgânica para o melhor desenvolvimento da planta.

Além disso, é uma orquídea fácil de se multiplicar, através das brotações laterais e de seus keikes.

A orquídea bambu é muito resistente a pragas e doenças, porém as plantas daninhas (melhor conhecida como mato) podem ser um problema.

Portanto, sempre que puder limpe o entorno da planta.

Com um irrigação moderada e sol pleno, a orquídea bambu demonstrará todo o seu potencial.

Comentários

Deixe uma resposta