28.4 C
São Paulo
quarta-feira, maio 8, 2024

Planta Mil Cores: Saiba Como Cultivar Essa Planta Tão Charmosa

Planta Mil cores é o nome popular de uma planta ornamental charmosa, conhecida também pelo nome científico Breynia disticha.

Mesmo sendo uma espécie tão charmosa, muita gente ainda tem dúvidas de como cultivá-la adequadamente.

Não se desespere, pois neste artigo eu vou te ensinar tudinho sobre como cuidar direitinho da sua Mil Cores para que ela fique viçosa e colorida.

Vamos lá?

Nome popularMil Cores, Arbusto-de-neve, Breinia, Folha-de-seda, Pão-nosso-de-cada-dia
Nome científicoBreynia disticha (Breynia nivosia)
FamíliaEuphorbiaceae
Tipo de plantaArbusto
Tamanho30 a 160 cm
IluminaçãoAlta, sem sol direto
SoloFértil, bem drenado
RegaModerada, solo levemente seco
pH6 a 7
Época de floraçãoNão floresce
Cor das FloresNão possui
OrigemNova Caledônia e Vanuatu
ToxicidadeNão tóxica

Origem da Planta Mil Cores

A Mil Cores é nativa de um bioma tropical das ilhas Nova Caledônia e Vanuatu.

Folhas da Mil cores
Fonte: Glasswing

Ela cresce naturalmente em florestas úmidas. Se desenvolve bem em climas quentes e chuvosos, com temperaturas médias entre 20°C e 30°C ao longo do ano.

Na natureza, é encontrada frequentemente como arbusto sob a copa de árvores maiores. Foi introduzida no Brasil e outros países tropicais como planta ornamental.

Características da Planta Mil Cores

Essa planta pode atingir de 30 a 160 cm de altura quando adulta. Apresenta caule lenhoso e ramificado. As folhas são simples, com padrão de distribuiçãode folhas alternado, formato ovalado a elíptico.

Características da planta Mil cores
Fonte: Wikipedia

A margem das folhas é lisa ou levemente ondulada. As folhas são lisas, sem pelos, tanto quando jovens quanto na fase adulta., com coloração verde brilhante na parte superior podendo apresentar manchas brancas ou roseas, a depender da variedade.

O que torna a Mil Cores especial são as manchas e variegaturas em seu limbo foliar. As folhas apresentam diversos padrões de manchas esbranquiçadas e margens creme, rosa ou avermelhadas.

folhas variegatas da Mil cores
Fonte: Plants of the World Online

Essa coloração se deve à falta de clorofila em determinadas áreas. As folhas jovens geralmente têm cores mais vibrantes, que vão desbotando com a idade. A textura é membranácea e as nervuras são evidentes.

Iluminação ideal para a Breynia disticha

A planta Mil Cores precisa de muita claridade para manter suas cores vibrantes. Então o ideal é cultivá-la em locais bem iluminados, mas sem sol direto, que pode queimar suas folhinhas.

O mais indicado são ambientes próximos a janelas voltadas para leste ou oeste, para receber o sol da manhã ou final da tarde. Varandas e sacadas são ótimos locais também!

folhas roseas de uma variedade de Breynia disticha
Fonte: Reddit

Como irrigar a sua Mil Cores

A Breynia disticha não gosta de solo encharcado, então regue apenas quando a terra estiver levemente seca. Isso acontece em média a cada 2 ou 3 dias no verão, e com menos frequência no inverno.

sudação de folha da Mil cores
Fonte: Flickr frolickauai

Verifique sempre enfiando o dedo na terra antes de regar. Se sentir que ainda está úmida, aguarde mais um pouco.

Solo ideal para o cultivo

O solo ideal é fértil, rico em matéria orgânica e bem drenado. Você pode preparar uma mistura com 2 partes de terra vegetal, 1 parte de areia e 1 parte de composto orgânico.

vaso de mil cores
Fonte: Kent East Hill Nursery

Essa composição garante os nutrientes necessários e boa drenagem, sem encharcar.

Onde cultivar a planta Mil Cores

Fora o local com boa iluminação, é importante que não seja ventilado. Correntes de ar podem danificar as folhas.

Mil cores perto da janela
Fonte: Reddit

O cultivo em vasos é o mais indicado, para levar a planta para locais adequados. Escolha vasos de plástico ou cerâmica, com furos na base. O tamanho deve ser proporcional ao porte da planta.

vaso de Breynia disticha
Fonte: Amazon.in

Época de Floração

A Breynia disticha não produz flores quando cultivada como planta ornamental. Seu valor está inteiramente nas folhas coloridas.

A Mil Cores precisa de poda?

Normalmente não é necessário podar. Mas se quiser manter o porte compacto, pode aparar as pontas dos galhos na primavera, retirando cerca de 5 cm.

Isso vai estimular o crescimento de ramos laterais e deixar a planta mais bonita e cheia.

Tipos de Mil Cores

  • Breynia disticha ‘Roseo-picta’: Esta variedade é conhecida por suas folhas verdes com tons de rosa e branco. A cor rosa geralmente aparece nas folhas mais jovens e nas extremidades dos ramos. As folhas têm uma aparência muito atraente devido à combinação dessas cores.
Breynia disticha 'Roseo-picta'
Fonte: Everde Growers

  • Breynia disticha ‘Minima’: É uma versão em miniatura da planta, geralmente não ultrapassando os 40 cm de altura. Suas folhas têm as cores características (verde e branco). Devido ao seu tamanho compacto, é uma excelente escolha para jardins de contêineres ou locais com espaço limitado.
Breynia disticha 'Minima'
Fonte: Wikipedia
  • Breynia disticha ‘Nana’: A ‘Nana’ é uma variedade anã da Breynia disticha que raramente ultrapassa os 15 cm de altura. Suas folhas são em tons de verde e branco, e ela é ideal para jardins em miniatura, terrários ou como planta de interior. A ‘Nana’ requer cuidados semelhantes aos da Breynia Nivosa, mas devido ao seu tamanho compacto, precisa de menos espaço.
Breynia disticha 'Nana'

Cuidados básicos com a Mil Cores

Regue moderadamente, fertilize de vez em quando e limpe as folhas com uma flanela úmida para retirar o pó. Com esses cuidados simples, sua Mil Cores será viçosa e colorida!

Conclusão

A planta Mil Cores, Breynia disticha, é uma ótima opção para decorar ambientes internos com sua beleza exótica. Siga as dicas deste artigo para cultivo adequado: local bem iluminado, regas moderadas, solo fértil e drenado.

Com cuidados simples, você poderá desfrutar dessa charmosa plantinha por muitos anos. Espero que este artigo tenha sido útil para tirar suas dúvidas. Sucesso no cultivo da sua Mil Cores!

Perguntas frequentes

1. Posso cultivar a Mil Cores no sol pleno?

Não. O sol direto pode queimar as folhas. O ideal é cultivar em local iluminado, mas sem sol pleno.

2. Preciso adubar a Mil Cores com frequência?

Não há necessidade. Adube apenas ocasionalmente na primavera, para repor nutrientes. Utilizar um adubo orgânico é uma ótima opção.

3. É normal as folhas da Mil Cores murcharem?

Se murcharem com frequência pode ser excesso ou falta de água. Verifique a umidade do solo antes de regar.

4. Como multiplicar a Mil Cores?

Você pode fazer estacas das pontas dos galhos ou dividir a muda, separando as ramificações.

5. Posso cultivar a Mil Cores no escritório?

Sim, desde que receba boa iluminação indireta. Evite locais com ar condicionado ou correntes de ar.

6. Qual tamanho ideal do vaso?

O vaso deve ter de 2 a 3 vezes o tamanho da raiz. Vasos entre 20 e 30 cm são ideais para manter a planta.

7. Como tratar pragas e doenças?

Normalmente a planta Mil Cores é resistente. Mas pode ocorrer cochonilha ou trips. Lave bem as folhas e aplique um inseticida adequado.

8. Quanto cresce a Mil Cores?

Ela pode atingir até 160 cm de altura. Mas geralmente fica entre 30 e 80 cm quando cultivada em vasos.

9. A Mil Cores pode ser cultivada em apartamento?

Sim, a Mil Cores adapta-se bem ao cultivo em ambientes internos, desde que receba boa iluminação. Atenção apenas com correntes de ar de aparelhos de ar-condicionado.

10. Qual a temperatura ideal para a Mil Cores?

Ela prefere temperaturas médias, entre 15°C a 28°C. Não tolera bem temperaturas muito altas ou muito baixas.

11. Posso deixar a Mil Cores no sereno?

Não é recomendado, pois a umidade excessiva pode prejudicar a saúde da planta. Mantenha-a sempre em local protegido da chuva.

12. Quantas vezes por semana devo adubar?

Não há necessidade de adubar semanalmente. A cada 2 ou 3 meses, na primavera/verão, é o suficiente.

13. A Mil Cores pode ser cultivada no escritório?

Sim, desde que o ambiente tenha boa iluminação. Deixe longe de locais com ar condicionado ou correntes de ar para evitar danos às folhas.

Gilberto
Gilbertohttps://pergunteaoagronomo.com.br/
Sou Engenheiro Agrônomo, formado pela Universidade Federal de Viçosa – UFV, possuo MBA em Agronegócios pela Esalq-USP. Tenho mais de 20 anos de experiência no cultivo de orquídeas e experiência internacional em hortaliças e frutiferas.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

11,909FãsCurtir
2,306SeguidoresSeguir
1,098SeguidoresSeguir
21,400InscritosInscrever
- Anúncio -

Últimos Artigos

- Anúncio -