21.9 C
São Paulo
quinta-feira, maio 9, 2024

8 Árvores Do Cerrado Que São Um Imã Para Os Pássaros


Árvores que atraem pássaros são excelentes opções para quem procura criar habitats amigáveis para os pássaros em seus jardins, quintais ou até mesmo em fazendas no vasto e diversificado ecossistema do bioma cerrado, localizado no Brasil e conhecido por suas paisagens deslumbrantes e alta biodiversidade.

bioma cerrado
Fonte: Toda Matéria

O cerrado abriga mais de 800 espécies de aves, muitas delas endêmicas e ameaçadas, como o pato-mergulhão, a seriema-de-patas-vermelhas e a ararajuba, tornando-se uma área importante para a conservação aviária. Incorporar árvores nativas em sua propriedade pode trazer alegria e diversidade ao seu ambiente e contribuir para a conservação da avifauna do cerrado.

Então vamos mergulhar e explorar algumas das árvores que atraem pássaros no cerrado neste artigo.

A importância das árvores amigas dos pássaros

As aves desempenham um papel crucial no bioma cerrado, servindo como polinizadores, dispersores de sementes e predadores de insetos.

No entanto, a avifauna do cerrado está ameaçada pela perda e fragmentação do habitat devido ao desmatamento, agricultura, urbanização e desenvolvimento de infraestrutura. O bioma cerrado já perdeu 50% de sua vegetação original, e especialistas acreditam que as espécies de aves do cerrado estão cada vez mais vulneráveis à perda e degradação generalizada de habitat.

É aqui que plantar árvores amigas dos pássaros em sua propriedade pode fazer uma grande diferença. Ao fornecer habitat e alimento para as aves, você pode ajudar a criar ambientes amigáveis às aves que apoiem a conservação das espécies de aves do cerrado. Plantar árvores nativas que são fontes de alimento ou habitats de nidificação para pássaros também pode ajudar a restaurar habitats degradados e aumentar a biodiversidade no bioma cerrado.

Mas os benefícios de plantar árvores amigas dos pássaros não param nos esforços de conservação. Ter pássaros em seu quintal ou jardim pode trazer uma sensação de alegria, paz e conexão com a natureza que poucas coisas podem proporcionar. Observar pássaros voando, cantando e forrageando em seu jardim pode ser uma experiência gratificante que melhora sua qualidade de vida.

Árvores Nativas do Bioma Cerrado

Árvores que atraem pássaros: Pequi (Caryocar brasiliense)

O Pequi (Caryocar brasiliense), espécie de árvore nativa do bioma Cerrado, é bastante conhecido por seus característicos frutos amarelo-alaranjados, frequentemente utilizados na culinária regional. As árvores de pequi têm casca fina e branca que se desprende à medida que crescem e podem atingir alturas de 15 a 20 metros. Eles também têm uma coroa arredondada ou cônica.

As árvores de pequi têm um impacto ecológico positivo, protegendo a qualidade do solo, evitando a erosão e oferecendo sombra para pessoas e animais. Eles também são benéficos para a vida selvagem porque fornecem alimento e habitat para uma variedade de espécies, incluindo pássaros, abelhas, outros insetos e mamíferos. O pequi depende da polinização das abelhas, dos beija-flores e, principalmente, dos morcegos

Árvores que atraem pássaros: Pequi
Fonte: Escola Educação

O pequizeiro produz frutos grandes e carnudos, com 4 a 8 cm de comprimento. Essas frutas são particularmente atraentes para os pássaros. Eles variam em forma de redondo a oval, e para acessar a deliciosa polpa dentro, um pequeno buraco deve ser feito com cuidado na casca dura. O pequi é conhecido por ser consumido por várias espécies de aves, incluindo papagaios, sabiás, tucanos e araras, principalmente em épocas de escassez de outras fontes de alimento.  Além desses animais, os frutos são dispersos por morcegos e por mamíferos terrestres, como o lobo-guará ou as antas.

fruto do Pequizeiro
Fonte: Soul Adventurer

Quando a comida e a água são escassas durante a estação seca, os frutos de pequi são uma fonte alimentar essencial para as aves. Ao dispersar suas sementes por meio de seus excrementos, animais como pássaros e outras espécies podem auxiliar na polinização do pequizeiro.

Árvores que atraem pássaros: Aroeira-preta ou Urundeúva (Myracrodruon urundeuva)

A aroeira-preta, nome científico Myracrodruon urundeuva, é uma espécie arbórea amplamente distribuída no bioma cerrado brasileiro, assim como no Uruguai e Paraguai na América do Sul. A planta é uma árvore caducifólia que chega a atingir 20 metros de altura e possui um dos maiores troncos entre as espécies nativas, medindo um metro de diâmetro. Possui casca grossa e grossa, resistente a insetos e outros parasitas.

Árvores que atraem pássaros aroeira preta
Fonte: Fauna e flora ameaçadas de extinção

A aroeira tem uma variedade de usos e aplicações distintas que a elevaram a um ícone cultural significativo em muitas regiões do Brasil. Como fonte de madeira, resina e uso medicinal, foi bastante explorada antigamente. A resina “elemi”, que historicamente tem sido usada para tratar condições como resfriados, tosse e irritações da pele, é altamente valorizada por suas qualidades medicinais.

Árvores que atraem pássaros: Urundeúva
Fonte: Curiosidades Vegetais

Essa planta é uma das árvores que atraem pássaros, como periquitos e araras valorizam os frutos nutritivos da aroeira, também muito procurados pelos humanos. A pequena aroeira vermelha, que também é apreciada por algumas espécies de mamíferos, atrai essas aves em grande número.

Fruto da Urundeúva
Fonte: BioDiversity4All

Uma das melhores árvores de sombra do bioma Cerrado é a aroeira, que pode crescer tanto em biomas úmidos quanto em secos. Atrai uma variedade de pássaros, que auxiliam nas atividades de polinização e dispersão de sementes, garantindo a sobrevivência dos descendentes da planta. A árvore ajuda o meio ambiente reduzindo os níveis de dióxido de carbono, evitando a erosão do solo e melhorando a saúde do solo.

Árvores que atraem pássaros: Jatobá (Hymenaea courbaril)

O jatobá (Hymenaea courbaril) é uma árvore de copa considerável. Ele pode ser encontrado em todo o mundo e prospera em climas tropicais quentes e úmidos. O nome “Jatobá” refere-se à madeira extremamente dura, forte e duradoura da árvore.

Árvores que atraem pássaros: Jatobá
Fonte: Lider Agronomia

Uma das árvores mais altas do bioma cerrado, o jatobá, pode chegar a 30 metros de altura. Além de proporcionar frutos, para muitas espécies diferentes de pássaros, incluindo tucanos, papagaios e araras, seu enorme dossel oferece excelente sombra e proteção. Uma textura áspera e dramática pode ser produzida pela casca escura e estriada da árvore e pelos brotos que se projetam do tronco.

Arara comendo fruto do Jatobá
Fonte: Wikipedia

Frutos grandes, grossos e coriáceos do jatobá podem pesar até 2 quilos cada. Eles têm uma pele externa que é marrom-esverdeada e se transforma em uma casca amadeirada à medida que envelhecem. A polpa interna é de uma cor amarelo-alaranjada vívida. Morcegos, macacos e muitos tipos diferentes de pássaros, como tucanos, sanhaços, sabiás, periquitos, papagaios e araras, preferem a polpa suculenta e picante dos frutos do jatobá.

frutos do jatoba mauro halpern flickr
Fonte: Mauricio Mercadante

A árvore Jatobá depende fortemente de pássaros para polinização e dispersão de sementes. Eles dispersam a semente da planta consumindo a polpa da fruta e excretando as sementes duras e ovais, que promovem o crescimento da planta e a próxima geração. e árvores.

Árvores que atraem pássaros: Sucupira do Cerrado (Bowdichia virgilioides)

A sucupira do Cerrado (Bowdichia virgilioides) é uma espécie de árvore nativa do bioma cerrado do Brasil, juntamente com partes da Bolívia e do Paraguai. A planta recebe esse nome por causa de sua madeira dura e pesada, de aparência marrom-escura e incrivelmente durável, tornando-a uma escolha popular para a fabricação de móveis e itens decorativos. Também é muito resistente ao apodrecimento e danos causados pela umidade, tornando-se uma escolha popular para a construção ao ar livre.

Árvores que atraem pássaros: Sucupira do cerrado
Fonte: Árvores do Bioma Cerrado

As sucupiras podem atingir até 20 metros de altura, com troncos longos e copas largas. A copa da árvore costuma ser grande e densa, proporcionando excelente sombra e abrigo para diversas espécies de aves, como periquitos, pica-paus e sabiás. Além disso, é uma importante fonte de alimentação para essas aves, pois se alimentam dos frutos da árvore, que são pequenos e marrons com uma casca lenhosa envolvendo a semente.

As flores também são comestíveis para algumas espécies de aves, como o periquito-rei.

Sucupira do serrado florida
Fonte: Árvores do Bioma Cerrado

Os frutos da sucupiravagens são vagens lenhosas e achatadas, de formato elíptico a oblongo, que variam em tamanho de 10 a 25 cm de comprimento. Eles são verdes quando jovens e amadurecem para uma cor marrom-avermelhada. Cada vagem contém cerca de 8 a 12 sementes esféricas, lisas e brilhantes, de cor castanha escura, com cerca de 1,5 cm de diâmetro. A árvore depende principalmente de pássaros para polinização e dispersão de sementes.

Sucupira do cerrado florido
Fonte: Plants of the World Online

A capacidade da árvore de atrair pássaros a torna crucial na regeneração e restabelecimento da vegetação e dos ecossistemas originais do cerrado, proporcionando um equilíbrio ecológico que beneficia tanto as espécies de plantas quanto as de aves.

vagens da Sucupira do Cerrado
Fonte: Árvores do Bioma Cerrado

As árvores de sucupira ajudam a proteger a qualidade do solo e reduzem a erosão, sendo também utilizadas em projetos de reflorestamento. Outros benefícios ecológicos derivados da árvore Sucupira incluem a estabilização e melhoria da saúde do solo e a conservação dos níveis de água subterrânea do local.

Árvores que atraem pássaros: Cagaita (Eugenia dysenterica)

Uma pequena espécie de árvore da família Myrtaceae, a cagaita (Eugenia dysenterica) é nativa do bioma cerrado brasileiro. Frutos pequenos, amarelos ou vermelhos, de sabor doce e picante, são produzidos pela planta, que normalmente atinge altura de até 5 metros e possui copa arredondada. A cagaita é uma árvore de copa arbustiva que cresce em muitos lugares porque não precisa de muita luz solar para sobreviver.

Árvores que atraem pássaros: Cagaita
Fonte: Mauricio Mercadante

Os frutos da cagaita são ovais e geralmente têm entre 1 e 2 centímetros de diâmetro, com pequenas sementes escuras no interior que não são comestíveis. A doçura dos frutos os torna populares entre espécies de pássaros como papagaios, araras, sanhaços e sabiás, mas eles não dispersam as sementes.

Fruto da cagaita

As árvores de cagaita têm uma série de benefícios ecológicos, incluindo proteção da qualidade do solo, redução da erosão do solo e melhoria da retenção de água nos meses secos. Eles são fundamentais para prevenir a poluição da água, pois absorvem o excesso de fosfatos e nitratos do solo, garantindo assim que a qualidade da água do ecossistema permaneça excelente.

A cagaita não é apenas uma espécie-chave no ecossistema do Cerrado, mas tem um valor significativo para a cultura e tradição local, tornando-se uma importante fonte de renda para muitas comunidades da região.

Árvores que atraem pássaros: Palmeira Licuri (Syagrus coronata)

Os biomas Cerrado e Caatinga do Brasil, especificamente os estados da Bahia, Piau e Minas Gerais, abrigam a alta e esbelta palmeira Licuri (Syagrus coronata). Também pode ser encontrado na Bolívia, Paraguai e outras nações do nordeste da América do Sul. Com um único caule e folhagem verde característica, a planta atinge uma altura máxima de 25 metros.

Palmeira Licuri
Fonte: Flickr Andre Benedito

Os pequenos frutos de casca dura produzidos pela palmeira Licuri são fonte de alimento para inúmeras espécies de aves, incluindo araras, papagaios e tucanos. Essas frutas são especialmente ricas em proteínas e lipídios. Importantes processos ecológicos realizados por pássaros incluem dispersão de sementes, crescimento de plantas e polinização.

Frutos da Palmeira Licuri
Fonte: Ben Caledonia

Por exemplo, as comunidades próximas se beneficiam economicamente do fruto da palmeira Licuri, que pode ser consumido in natura, usado para fazer geléias e doces e prensado para produzir óleo. A fruta tem sabor de noz e terra, como castanhas, e tem textura semelhante. A castanha de licuri também vem se tornando cada vez mais popular no mercado por seus usos industriais, como extração de óleo para as indústrias alimentícia, farmacêutica e cosmética local.

Árvores que atraem pássaros: Licuri
Fonte: Flickr Kyle Wicomb

A população de Licuri diminuiu devido ao desmatamento, que também diminuiu as populações de aves, arruinou o patrimônio cultural e degradou o solo. Comunidades e organizações estão colaborando para proteger a palmeira Licuri e impedir a extinção da espécie.

m ambientes degradados e ter raízes profundas que ajudam a estabilizar o solo e evitar a erosão, o bacupari também é fundamental para a restauração de terras.

Árvores que atraem pássaros: Jenipapo (Genipa americana

Uma espécie de árvore conhecida como jenipapo (Genipa americana) é nativa da América do Sul e Central, incluindo o bioma cerrado do Brasil. É uma árvore alta e extensa que pode atingir uma altura de 30 metros. Possui copa ampla que oferece cobertura e proteção do sol para diversas espécies de aves. A planta produz flores pequenas, perfumadas, branco-esverdeadas durante todo o ano, juntamente com folhagem grande, brilhante e verde-escura.

JÁrvores que atraem pássaros: Jenipapo
Fonte: Flickr André Cardoso

A árvore de Jenipapo produz frutos grandes e alongados que variam na cor do verde ao marrom e têm um diâmetro de cerca de 10 centímetros. Os frutos comestíveis possuem sabor azedo, frequentemente utilizado na culinária regional para dar sabor a alimentos e bebidas. Várias espécies de aves, incluindo tucanos, chachalacas e papagaios, dependem da fruta para se alimentar e para ajudar na dispersão das sementes.

Frutos do Jenipapo
Fonte: Wikipedia

O fruto da árvore Jenipapo é nutritivo, mas também possui uma série de qualidades medicinais. Suas folhas, cascas, raízes e frutas têm sido historicamente usadas para tratar uma série de condições, incluindo febre, inflamação e problemas estomacais.

Jenipapo
Fonte: Árvores do Bioma Cerrado

O Jenipapo desempenha um papel crucial na manutenção do equilíbrio ecológico do bioma cerrado, principalmente na sua capacidade de fonte de habitat e alimento para diversas espécies de aves. Ao fornecer uma variedade de pássaros e outros animais selvagens com locais de nidificação e repouso e promover a saúde do solo e a ciclagem de nutrientes, a planta também serve como um importante ativo ecológico.

Árvores que atraem pássaros: Embaúba (Cecropia pachystachya)

Espécie de árvore de crescimento rápido Cecropia pachystachya, também conhecida como Embaúba, é nativa do bioma cerrado do Brasil. Também é uma espécie encontrada com frequência na Mata Atlântica e matas ciliares. Essa árvore é parte vital do ecossistema e é fundamental para a preservação da harmonia do bioma cerrado.

Árvores que atraem pássaros: Embaúba
Fonte: Flora Londrina

É uma árvore de médio porte que pode atingir 20 metros de altura e tem uma vida útil de 20 anos em média. Com tronco reto e copa foliar arredondada, a árvore tem formato diferenciado. As folhas verdes brilhantes, grandes e palmadas dão à árvore uma aparência exuberante. Para muitos animais, incluindo iguanas e outros herbívoros, as folhas, que podem medir até 1 metro de diâmetro, são uma fonte abundante de nutrição.

Folhas da Embaúba
Fonte: Wikipedia

A árvore é dióica, o que significa que possui indivíduos masculinos e femininos distintos. As flores masculinas estão dispostas em inflorescências semelhantes a cachos e as flores femininas estão dispostas em panículas na Cecropia pachystachya, uma planta com flores pequenas e despretensiosas. O vento poliniza as flores, que atraem uma grande variedade de insetos.

Embaúba frutos
Fonte: BioDiversity4All

Uma variedade de espécies de pássaros depende dos frutos, como sanhaços, sabiás, saíras, tuins, tucanos, araçaris, periquitos, jandaias, arapongas, saís, anambés, sebinhos, tiês, trinca-ferros, cotinga-azul, pipiras, pica-paus, dançarinos-de-cabeças-vermelhas, surucuás, tico-ticos, cambaçicas, japu, coleirinho, tucanos, papagaios, anambe-turquesa, jacutinga, dentre outros.

Conheça outras árvores do cerrado que atraem pássaros

Arvores vs aves
Fonte: Pergunte ao Agrônomo

Dicas para plantar árvores que atraem pássaros

Uma ótima maneira de ajudar a população local de pássaros, melhorar o apelo estético de sua propriedade e apoiar a saúde do bioma local é plantar e manter árvores amigas dos pássaros em sua propriedade. Você pode cultivar e manter com sucesso árvores amigáveis ​​para os pássaros seguindo os conselhos e as melhores práticas listadas abaixo.

– Selecionar espécies arbóreas nativas e não invasoras. Por ser o bioma cerrado um ecossistema raro e delicado, é fundamental fazer isso para preservar a integridade da região. Para garantir um ótimo crescimento e saúde, escolha árvores adaptadas ao ambiente de cultivo local, incluindo o tipo de solo, quantidade de exposição ao sol e níveis de umidade.

– A colocação e o espaçamento adequados são essenciais para que cada árvore cresça de forma saudável. É importante ter em mente que algumas espécies de árvores podem ficar muito grandes, por isso escolher o local certo para plantá-las é essencial.

– A lista também deve incluir árvores que oferecem abrigo e alimento para as aves, como as que produzem frutos e sementes. Insetos e outros animais podem viver no habitat dessas árvores. Para atrair a população de aves desejada, é necessário realizar pesquisas e selecionar as árvores adequadas, pois diferentes espécies de aves preferem vários tipos de comida e abrigo.

Conclusão

Como componente vital do ecossistema local e fonte de habitat, alimento e abrigo para inúmeras espécies de aves, as árvores do cerrado brasileiro são cruciais. A preservação das árvores do cerrado e dos serviços ecossistêmicos que elas oferecem, como regulação do clima, conservação do solo e estabilização dos corpos d’água, são fundamentais para a preservação da biodiversidade da região.

Dadas as crescentes ameaças da atividade humana, incluindo urbanização, expansão agrícola, mineração e desmatamento, proteger as árvores do cerrado e as aves que dependem delas é um desafio significativo. No entanto, aumentar a conscientização e colocar em prática práticas de manejo sustentável, como selecionar espécies nativas para a paisagem urbana e rural, restaurar florestas e estabelecer reservas naturais, pode ajudar a diminuir o impacto humano e salvaguardar a diversidade biológica do meio ambiente. espesso.

A população local pode ganhar muito com a promoção da conservação dessas árvores e aves do cerrado, incluindo a promoção do ecoturismo e atividades econômicas sustentáveis ​​que usam os recursos naturais de forma responsável.

Gilberto
Gilbertohttps://pergunteaoagronomo.com.br/
Sou Engenheiro Agrônomo, formado pela Universidade Federal de Viçosa – UFV, possuo MBA em Agronegócios pela Esalq-USP. Tenho mais de 20 anos de experiência no cultivo de orquídeas e experiência internacional em hortaliças e frutiferas.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

11,909FãsCurtir
2,306SeguidoresSeguir
1,098SeguidoresSeguir
21,400InscritosInscrever
- Anúncio -

Últimos Artigos

- Anúncio -