15.9 C
São Paulo
sexta-feira, junho 7, 2024

Jardim Zen: Como fazer, Materiais Utilizados e 17 Inspirações

O jardim zen pode ser projetado tanto em uma área externa, como em áreas internas, de residências ou de ambientes de trabalho. Se o objetivo é relaxar e recarregar as energias do corpo e da mente, não importa o local, desde que o jardim seja projetado de acordo com as peculiaridades de cada área. Além do mais, o jardim pode ser tanto um objeto de decoração, para dentro de casa, como também um jardim macro, com dimensões maiores.

E para quem quiser montar seu próprio jardim zen, vamos falar sobre os elementos característicos e dar dicas sobre os cuidados na escolha das espécies de plantas.

Jardim Zen

Introdução

O paisagismo tem a função de transformar uma paisagem mais antropizada, em uma paisagem mais natural, com elementos vivos que promovam o resgate do contato entre homem e natureza.

A medida que o processo de urbanização aumenta, reduzem as áreas verdes e no lugar de árvores, são construídos prédios. A paisagem que antes era formada por vegetações, passa a ser formada por construções civis. As superfícies, que antes tinha vegetação rasteira e eram permeáveis, agora são revestidas por asfalto e são impermeáveis.

Urbanizacao Professora Regina Bolico
Antes e Depois. fonte: Professora Regina Bolico

A vida agitada em centros urbanos, somada aos problemas de poluição visual e sonora, podem ser amenizados por meio da criação de projetos paisagísticos, que promovam um embelezamento da paisagem, assim como a construção de espaços verdes, capazes de gerar sensações de paz e de tranquilidade. As plantas, além de exercerem papel importante na redução da poluição, gerada nos centros urbanos, elas promovem diversas experiências sensoriais, pois permitem trabalhar os cinco sentidos: tato, visão, olfato, paladar e audição.

Quando se fala em jardim, seja ele vertical, horizontal, de sol ou de inverno, instantaneamente, pensamos no belo, na beleza que esse jardim pode ter e causar a quem o vê.

As plantas possuem formas, cores e texturas diferentes. No toque das mãos é possível perceber pelos, ceras, espinhos e ondulações nas folhas. Um jardim florido ou com espécies medicinais, apresenta aromas diversos, capazes de causar agradáveis sensações. Plantas frutíferas e hortaliças, permitem que o paladar também seja usado para degustar e sentir o sabor dos vegetais. E todos esses órgãos das plantas são capazes de atrair pássaros e pequenos insetos, capazes de produzem lindos e agradáveis sons.

Todas essas sensações podem auxiliar na redução do estresse causado no dia a dia, seja na rotina de trabalho, no caos do trânsito ou nos problemas familiares.

Além das plantas, outros elementos como areia, pedras e elementos decorativos, podem ser usados para a criação de jardins japoneses, também conhecidos como jardins zen. Para quem pratica meditações, como alternativa à redução do estresse e manutenção do equilíbrio, tanto do corpo, como da mente, o jardim zen é um espaço que permite esse relaxamento.

O que colocar em um jardim zen?

O jardim zen, por ser um jardim japonês, possui muitas simbologias que precisam ser respeitadas para caracterizar o próprio tipo de jardim.

Elementos como pedras, areia e objetos de madeira como o ancinho são exemplos de símbolos do jardim zen. Além disso, estátuas buditas, de Ganesha ou de outras entidades espirituais das religiões orientais, também são elementos que compõe o jardim zen. A água também é muito presente na composição desse jardim.

Significado dos elementos de um jardim Zen

Pedras

Estas exercem dois papéis dentro do jardim zen. Primeiro, representam os obstáculos e contratempos que são encontrados nos caminhos da trajetória de cada um. Não importa o tamanho que possam ter, mas sempre estarão para ensinar algo.

Pedras grandes jardim japones 新浪
fonte: 新浪

Segundo, essas pedras podem ser preciosas e terem significados diferentes e positivos, como o quartzo que é a pedra do amor e representa a atração dessas energias. Para ter sorte, por exemplo, o ideal é usar pedras em número ímpar, especialmente o cinco e o sete.

As pedras devem ser escolhidas de forma que se ajustem, harmonicamente, ao espaço do jardim zen. Elas podem ser de cores, texturas e formatos diferentes, possuindo superfície áspera ou lisa, mais ovaladas ou mais achatadas.

O cuidado deve ser com o excesso de quantidade, pois para uma boa conexão relaxante, o ideal é que o jardim seja mais sóbrio e simples, não ocasionando distrações visuais.

Lista de pedras e seus significados:

  • Água marinha – ajuda a fugir do turbilhão de emoções e a expressar os sentimentos em palavras. Além de ajudar a estimular o processo criativo;
  • Ametista – afasta a mente dos pensamentos egoístas e egocêntricos e ajuda a combater a ansiedade, sendo ideal para induzir o processo de meditação;
  • Citrino – auxilia na tomada de decisões, contribuindo para o aumento da segurança e confiança nos momentos difíceis. Ela aquece, energiza, conforta e vitaliza;
  • Fluorita – ajuda nos momentos de mudanças, principalmente as da mente. É capaz de eliminar impurezas e ressentimentos, auxiliando no processo de transformação interna;
  • Sodalita – responsável pelo processo de desobstrução da mente, ajudando a pensar de forma mais clara, sendo ideal para quem tem dificuldade de tomar decisões lógicas.

Plantas

As plantas são os elementos mais importantes dentro de qualquer jardim, isso porque são seres vivos e demandam cuidados adequados, se não morrem. Por isso é muito importante escolher, corretamente, as plantas para cada jardim.

No caso do jardim zen, a pedida são plantas como o buchinho, o bambu, as orquídeas, as azaleias, o podocarpo e outros pinheiros. Porém, outras plantas também podem ser usadas. O ideal é que sejam escolhidas as plantas adequadas para cada região.

jardim japones GardenStory ガーデンストーリー
fonte: GardenStory (ガーデンストーリー)

Em lugares com clima tropical, por exemplo, a pedida é usar plantas, também tropicais ou plantas de clima temperado, mas que estejam ambientadas ao local.

Grama esmeralda também é muito usual, principalmente em áreas muito extensas, pois faz a forração do piso, levando vida para o espaço, de modo a não ser necessário que uma densidade grande de plantas seja usada. Isso faz com que o jardim fique clean, sem muita informação visual.

jardim tropical zen DigsDigs
fonte: DigsDigs

A dica é harmonizar plantas com características semelhantes, evitando usar mistura de plantas tropicais como bromélias, por exemplo, com pinheiros. O jardim como um todo, precisa ter harmonia entre os elementos que o compõe. É muito importante também, usar plantas que sejam de sol pleno, para áreas externas e plantas de meia sombra para áreas internas. 

jardim tropical zen 2 DigsDigs
FONTE: DIGSDIGS

Além do mais, é importante escolher plantas de fácil cuidado ou plantas mais exigentes nos tratos culturais, desde que uma pessoa especializada esteja à disposição para cuidar delas. Não esquecendo que as plantas vão precisar de regas, adubação, podas e controle de pragas e doenças, constantemente. E os cuidados com as plantas são mais uma possibilidade de interação entre homem e natureza. É a forma de resgatar a relação simbiótica, que sempre existiu, desde os primórdios da humanidade. E assim, se conectar com o natural e com o sobrenatural.

Água

é o elemento gerador da vida, que permite que as plantas, inclusive, possam se manter vivas. A água pode ser inserida dentro do jardim, com um pequeno lago ou uma fonte. O barulho da água, em movimento, contribui para a sensação de paz e relaxamento e nesse caso, é ativado sentido da audição. Em casos de jardim pequeno, para decoração, a água pode ser representada pela areia, até mesmo azul ou por uma mini fonte também.

No caso de lagos, é possível criar carpas, que também representam a vida, mas a bravura, por nadarem contra a corrente, vencendo os obstáculos e dificuldades. Nesse caso, é importante se atentar para a qualidade da água e níveis de oxigenação, dando condições para que os peixes possam viver nos lagos. As condições adequadas da água, permitem ainda, que plantas aquáticas possam ser cultivadas no lago, levando mais vida para o jardim.

Carpas jardim Zen
fonte:
Quality Nishikigoi

Areia

Representa a base e a solidez sobre a qual tudo existe, é o alicerce que sustenta a vida. Simbolizam também a transmutação das energias e neutralização de todas as emoções e pensamentos negativos.

Areia no jardim Zen ディノス
fonte: ディノス

No caso de jardins grandes, é possível desenvolver o sentido do tato, ao entrar em contato com a areia, usando mãos ou pés. A sensação que se ativa, a partir dessa interação, também contribui para o relaxamento e meditação.

Ancinho

É uma ferramenta, também conhecida como rastelo, mas que para o jardim zen, deve ser de madeira.

Ele é considerado o elemento de interação com o jardim, pois com ele, é possível criar desenhos na areia, de modo a estimular o relaxamento da mente.

Ondas na areia 2 Kitsap Sun
fonte: Kitsap Sun

Com o ancinho, é possível fazer linhas retas ou curvas. As primeiras representam tranquilidade e as segundas, agitação, se assemelhando às ondas do mar.

Ondas na areia WikiHow
fonte: wikihow

jardim zen ancinho DigsDigs
fonte: DIGSDIGS

Iluminação

A presença de luz, principalmente à noite, é muito importante por uma questão estética, em todos os tipos de jardins.

Jardim Zen a noite Suvaco
fonte: suvaco

Com a iluminação artificial, é possível valorizar o ambiente e criar pontos focais que se desejam destacar. Além disso, no jardim zen, a luz, seja na forma de lâmpadas, lanternas, velas e até fogueiras representa o guia da vida, a energia que ilumina o caminho.

Iluminacao Jardim Zen
fonte: gardeningstrategist

Acessórios

São vários os elementos que podem ser listados nesse item. As estátuas de líderes espirituais das religiões orientais, como Buda e Ganesha são bastante presentes nos jardins zen.

jardin zen creation verte
fonte: creation verte

Elas tornam os jardins mais característicos e também, um templo de contemplação. Além disso, podem ser usados outros elementos como mobiliário, de modo a permitir que o jardim, mais do que contemplativo, seja funcional e as pessoas possam estar dentro dele. Em jardins muito grandes, com a presença de lagos também grandes, é possível colocar pontes.

Acessorios jardim japones 1024x683 Winterflor
fonte: Winterflor

Decks de madeira são uma boa pedida, pois trazem leveza e contraste ao jardim, principalmente com o tapete de grama e a superfície do lago. Além de facilitar a circulação de pessoas pelo jardim e torná-lo mais aconchegante, inclusive para as meditações. Com o uso de limitadores de borracha, também conhecidos como limitadores de grama é possível fazer curvas sinuosas na superfície do jardim, limitando o espaço entre vegetação rasteira e pedras, por exemplo. Ou ainda, separando pedras brancas de pedras pretas, de modo a representar o Feng Shui, que é uma técnica milenar usada para harmonizar as energias do ambiente.

jardim zen deck de madeira DigsDigs
fonte: digsdigs

Jardim Zen em miniatura

No caso das miniaturas de jardim zen, estas podem compor a decoração interna de ambientes, tanto residenciais, como profissionais. Pessoas que trabalham com massagem, acupuntura e terapias, por exemplo, podem ter um mini jardim zen, como aliados para a melhor harmonização do ambiente de trabalho.

Terrários podem ser usados para criar pequenos jardins japoneses, com muitos elementos característicos: como pequenas pedras preciosas; areias brancas e coloridas, que imitem lagos; mini estátuas budistas; pequenas plantas naturais e até o ancinho de madeira.

mini zen garden Planted Well
fonte: Planted Well

No casso desses jardins em versões menores, é possível ainda usar um outro elemento, também muito característico, que é o incenso. Este atua na ativação do sentido do olfato, pois no processo da queima, libera aromas diversos e agradáveis, que deixam o ambiente perfumado e mais limpo de energias negativas.

mini garden zen Debbies Art
fonte: Debbie’s Art

Esses mini jardins zen, podem ser feitos em diferentes recipientes, tanto de vidro, como de madeira e ainda de cimento e cerâmica. A escolha do recipiente, se dará de acordo com o que há disponível, a preferência por cada um e o que melhor harmoniza com o ambiente onde o jardim ficará.

Assim como, na escolha das plantas, será levado em consideração todos esses fatores e mais ainda, as características morfofisiológicas de cada planta. As pedras podem ser escolhidas de acordo com o significado de cada uma delas, de modo a energizar o mini jardim com as energias que se pretende atrair.

Inspire-se com maravilhosos Jardins Zen

Jardim Zen 1 Gardening etc
fonte: Gardening etc
Jardim Zen 2 Southwest Boulder Stone
fonte:
Southwest Boulder & Stone
Jardim Zen 3 Gardening Know How
fonte: Gardening Know How
Jardim Zen 4 amit murao
fonte: amit murao
Jardim Zen 5 From House To Home
fonte: From House To Home
Jardim Zen 6 Gardentabs
Fonte: Garden tabs
Jardim Zen 7 DigsDigs
fonte: digsdigs
Jardim Zen 8 Plantura
fonte: Plantura
Jardim Zen 9 The Spruce
fonte: tekinturkdogan / Getty Images 

Jardim Zen 10 Homedit
fonte: homedit
Jardim Zen 11 Chron
fonte: Chron
Jardim Zen 12 NBC News
fonte: NBC News
Jardim Zen 13 ohta2814
fonte: ohta2814.com
Jardim Zen 14 amit murao
fonte: amit murao
Jardim Zen 15 simes blog
fonte: simes blog
Jardim Zen 16 Home Design Lover
fonte: Home Design Lover
Jardim Zen 17 Planted Well
fonte: Planted Well

Conclusão

Percebam que tudo dentro do jardim zen, tem um significado e por isso deve ser muito bem pensado, antes de criado. A harmonia entre os elementos, é essencial para a manutenção do equilíbrio e leveza do jardim.

No momento da escolha das plantas, por exemplo, é importante levar em consideração a preferência do cliente, caso você seja contratado para esse fim. É necessário que a pessoa, que irá experimentar das sensações do jardim, se sinta completamente bem e satisfeita com o resultado final. Caso contrário, ao invés de gerar sensações de relaxamento e contentamento, vão ser geradas emoções de estresse e descontentamento.

Gilberto
Gilbertohttps://pergunteaoagronomo.com.br/
Sou Engenheiro Agrônomo, formado pela Universidade Federal de Viçosa – UFV, possuo MBA em Agronegócios pela Esalq-USP. Tenho mais de 20 anos de experiência no cultivo de orquídeas e experiência internacional em hortaliças e frutiferas.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

11,909FãsCurtir
2,306SeguidoresSeguir
1,098SeguidoresSeguir
21,400InscritosInscrever
- Anúncio -

Últimos Artigos

- Anúncio -